Arquivo

Archive for the ‘Toyota’ Category

Fuji Television Japanese Grand Prix 2009 – Qualificação

4 de Outubro de 2009 Deixe um comentário

(Post atrasado por problemas com o servidor, e a informação apenas actualizada até às 20h de Portugal)

Uma sessão absolutamente caótica no Japão na madrugada deste Sábado, que acabou com 3 interrupções, vários acidentes, e ainda mais penalizações à mistura. No entanto, na minha, opinião, não bateu a qualificação do Nurburgring como a melhor da temporada.

Vettel conseguiu colocar a Red Bull de volta às pole positions num circuito em que já se sabia que os RB5 iriam ser a referência. A estratégia também favorece o alemão sendo vital para se manter na frente do KERS de Hamilton. O grid acabou por ficar todo “partido” e coloca uma corrida muito interessante para amanhã!

Acidentes e penalizações são lei

Nunca tinha visto semelhante coisa: uma sessão de qualificação na qual os tempos quase não contaram para nada! A Q1 foi a única sessão a decorrer naturalmente, com os resultados a não serem grande surpresa tendo em conta as previsões. A partir daí… foi o salve-se quem puder!

Na Q2 dois acidentes com intervalos de 3 minutos e meio colocaram o pelotão inteiro em apuros, com os Brawn a terem sido penalizados por passarem pelas bandeiras do acidentado Buemi, tal como Alonso e Sutil…

Vettel agarra a oportunidade

Depois de Webber ter inutilizado o seu carros, o alemão tinha nas mãos a responsabilidade de mostrar o nível dos RB5. Dito e feito! Em todas as sessões qualificativas, Sebastian foi o mais rápido, superiorizando-se aos adversários que estiveram bem perto no final. Depois de ter sido aldrabado em Singapura pela FIA, ei-lo a dar uma resposta válida!

Já o seu companheiro não fez nada de válido, ficando (novamente) mal, não conseguindo qualificar-se devido a um erro seu nos treinos da manhã que danificaram gravemente o carro…

Rosberg e Kubica beneficiam

Quem saiu muito bem nesta história das penalizações foram Rosberg e Kubica, que podendo escolher uma estratégia de paragem tardia por terem ficado na Q2. A subida em detrimento de outros caiu que nem ginjas e têm hipóteses muito realistas de chegar à vitória, pois estão para mais 10 voltas que os da frente e não muito longe.

Sortes distintas entre companheiros

Em Toyota, McLaren e Ferrari as coisas foram de extremos: enquanto Trulli brilhou em levar o carro com quase tanta gasolina como os rivais até ao 2º posto, Glock perdeu o controlo e corre o risco de ficar de fora não só na corrida como no resto da temporada; Hamilton tem hipóteses de vitória e Kovalainen vai partir de 13º.

O mais nivelado foi na Ferrari: Kimi chegou em 5º com algumas penalizações de outros, e Fisichella não saiu da Q1, mas beneficia do facto de quase todos os penalizados terem ficado abaixo de si para estar perto do Top Ten…

Agora sim, Toro Rosso melhora

Depois de muitas promessas, os carros da segunda equipa da Red Bull deram um ar da sua graça, pois apesar de ambos os pilotos terem danificado os carros durante a qualificação (duas vezes no caso de Buemi) nenhum deles se ficou pela Q1. Um verdadeiro feito!

Alguersuari finalmente conseguiu mostrar que não foi apenas escolhido por ser jovem, espanhol e no programa Red Bull (apesar de ajudar), indo até ao Top Ten graças às falhas e problemas dos outros.

Leia também:
Singtel Singapore Grand Prix 2009 – Qualificação
Gran Premio Santander d’Italia 2009 – Qualificação
ING Belgian Grand Prix 2009 – Qualificação

Post anterior: Fuji Television Japanese Grand Prix 2009 – Previsões

Anúncios

Fuji Television Japanese Grand Prix 2009 – Previsões

1 de Outubro de 2009 Deixe um comentário

E depois de eu ter faltado ao compromisso de fazer as previsões para o GP de Singapura, peço desde já desculpa, e prometo que não voltará a acontecer. Enfim, vem aí Suzuka, num regresso do GP do Japão a uma “pista a sério”. Sim, porque nunca ouvi elogios a Fuji, antes pelo contrário!

Acredita-se que o traçado poderá favorecer a Red Bull de um modo equivalente ao de Silverstone ou Nurburgring, e por isso Webber e Vettel deverão ser os vencedores. Brawn e McLaren terão algumas dificuldades, mas Toyota fará de tudo para brilhar perante o seu público na condição de única equipa japonesa. Eis as análises:

Red Bull deverá dominar

Depois de ter dominado em circuitos de média-alta velocidade como Nurburgring e Silverstone, os RB5 eclipsaram-se numa corrida em que todos tínhamos a certeza que dominariam. Isto porque a equipa austríaca calculou mal as coisas e foi com um acerto demasiado conservador… Agora, duvida-se que tal se repita.

Em especial na qualificação com chuva prevista: sempre que choveu este ano, foram os carros da Red Bull a terem grande vantagem sobre os rivais mais directos. Especialmente neste momento, em que Webber está sem o Mundial, que se pode esperar uma dobradinha com Vettel na frente.

McLaren e Brawn em luta feroz

Apesar de terem uma vantagem perfeitamente confortável sobre os carros da RBR, a Brawn não deverá querer arriscar ficar novamente na sombra da McLaren, porque isso levará a que a equipa fique à mercê dos britânicos nas contas do mundial.

No entanto para Barrichello o ideal seria ver os carros de Woking a intercalarem-se entre si e Button para ter hipóteses de título mais credíveis. Kovalainen está a ser eclipsado por Hamilton, e duvida-se que mantenha o lugar, mas se conseguir bater Lewis “a sério” poderá sonhar em conseguir aguentar a pressão de Raikkonen ou Rosberg.

Os outros

A Toyota fará tudo para conseguir brilhar perante o seu público, especialmente após ter dispensado os serviços de ambos os pilotos (não oficialmente, mas alguém duvida?) e com a reunião do orçamento de 2010 a ditar se permanecem ou não, um bom resultado caseiro ajudaria muito a tirar pressão…

BMW apostou forte na última corrida e apesar de só ter ganho um ponto, a verdade é que Suzuka trará os pontos fortes do F1.09 ao de cima. Espera-se que a Renault consiga chegar novamente aos pontos, com a Ferrari a afirmar que deverá estar pior nesta pista que em Singapura!

Tempo

Na corrida prevê-se uma corrida seca, mas os treinos serão completamente alagados. A qualificação tem risco de chuva, o que seriam excelentes novidades para a Red Bull, mas atenção que a McLaren está a “dar-lhe gás” como dizia uma antiga professora minha…

Diagrama do circuito

Folha de corrida

Leia também:
Gran Premio Santander d’Italia 2009 – Previsões
ING Belgian Grand Prix 2009 – Previsões
Telefónica Grand Prix of Europe 2009 – Previsões

Post anterior: Capa Autosport – Hamilton dá ajuda a Button

Gran Premio Santander d’Italia 2009 – Qualificação

12 de Setembro de 2009 Deixe um comentário

Após bastantes surpresas na última sessão de qualificação na Bélgica, foi a vez do histórico circuito de Monza nos pregar umas valentes surpresas. Lewis Hamilton conseguiu recuperar a sua competitividade em solo italiano com umas subidas aos novos correctores que deixaram Jenson Button estupefacto!

A verdade é que este fim-de-semana tem tudo para ser cheio de surpresas, pois a juntar ao grid quase aleatório do qual figuram Williams no fundo da grelha, e Force Indias na primeira fila; a prova de GP2 teve que ser atrasado devido a uma forte chuvada e isso poderá causar mais “um GP da China”: seco na qualificação, encharcado na corrida…

Exibição impressionante da Mercedes

Têm sido colocadas grandes questões acerca das decisões de expansão da Mercedes, que colocariam 4 equipas sob o seu aval, mas que correriam o risco de colocar a F1 como monopólio dos alemães, numa altura em que os pneus são idênticos para todas as equipas, e que mais montadoras vão ao ar.

Os homens da marca nada fizeram para aligeirar essa questão, com todos os 7 primeiros (à excepção de Raikkonen em 3º) a serem equipados com os propulsores em questão… Os Force India, McLaren e Brawn realmente podem agradecer as suas prestações em Monza à Mercedes, pois o circuito costuma exigir muito pouco da aerodinâmica, e mais de potência.

Enquanto os dois primeiros se mostraram sempre no topo das tabelas, a Brawn foi um pouco mais discreta. No entanto não coloquem em questão o potencial da equipa britânica, porque tudo indica que deverão mesmo estar com uma estratégia de uma paragem, contra as de duas dos da frente. E, a julgar pela satisfação estampada no rosto de Barrichello: deverá ser o brasileiro o mais pesado dos dois…

A prata da casa

Para os “tiffozi” o dia não foi tão bom como o esperado pois os Ferrari não conseguiram a pole position. Raikkonen esteve lá perto, mas acho que está mais leve que os que estão à sua frente, pois afirmou estar desagradado com o seu lugar… Já “Físico” acabou em 14º lugar, no entanto não o podemos julgar apenas pela posição.

O italiano esteve bem no 1º treino livro, mas errou no acerto do carro para o 2º. Hoje de manhã, esteve a tentar resolver o assunto, mas saiu de pista na Parabólica o que lhe causou grandes atrasos, logo, este 14º posto a 0,5s de Kimi já foi conquistado com muito suor, com o seu engenheiro a dar-lhe os parabéns pela posição.

Já para os lados da Toyota, com o piloto da casa (Trulli) as coisas não foram tão animadoras. Os japoneses continuam a sua travessia pelo deserto, com Glock a ficar logo na Q1, e Trulli não conseguiu sair da Q2. Apesar de Timo insistir que apenas não passou devido ao trânsito que apanhou na sua volta rápida, os motores nipónicos não são nada potentes em comparação com os Mercedes ou Ferrari…

Vitantonio Liuzzi acabou por ser, por tudo isto, a estrela improvável para o público italiano acabando em grande a sua volta às pistas. A verdade é que o substituto de Fisichella conseguiu uma boa exibição com um carro com que contactou pouco e após uma ausência em GP’s de 2 anos… Badoer, Alguersuari e Grosjean deveriam anotar.

Expectativas falsas

BMW, Red Bull e Renault apostavam em grande para este fim-de-semana, no entanto nada disso aconteceu. Problemas de motor, falhanços técnicos e aerodinâmicos acabaram com todas as aspirações destes três…

A BMW tinha tudo para repetir os sucessos de Spa, e os treinos livres pareciam dar razão a isso, mas duas falhas de motores acabaram com a moral da equipa, e resta saber se terão que perder 5 posições para troca a caixa de velocidades… Já a Red Bull parece nunca mais encontrar o ritmo de Silverstone e Nurburgring, devendo o título discutir-se entre os pilotos da Brawn…

A Renault vinha com o regresso do KERS para Monza na esperança de preciosos pontos, mas apesar de um bom 2º treino de Sexta, acabaram por regredir para o meio da tabela, mesmo com o grande ajudante “boost” que o sistema de energia fornece… Deram a ideia de estarem mais preocupados com o “Renaultgate” do que com as performances!

No fundo do poço

Williams e Toro Rosso cumpriram o seu papel e aquilo que todos esperávamos: andaram muito mal…

Enquanto os britânicos podem culpar o motor por todos os seu devaneios, os italianos têm problemas mais graves, pois começam a ser presenças regulares nos últimos lugares, com os principais destaques do fim-de-semana a serem os desentendimentos entre Hamilton e Buemi devido a um deles ter bloqueado o outro, e Alguersuari ter trocado a cx. de velocidades, mas não perderá qualquer posição já que se classificou em último…

Análises de Mercado 2010 – parte 2

5 de Setembro de 2009 1 comentário

Após a primeira parte destas análises às situações das equipas para o mercado, vem aí a segunda (e última parte).

USF1

Na equipa oficial dos EUA a situação de participação e no mercado parece bastante seguro desde o anúncio de apoio do YouTube à equipa, e do facto de ser (das novas aquisições) a que parece estar melhor preparada. O provável patrocínio da Superfund, deverá ter entregue numa bandeja um lugar a Alexander Wurz, que tentará apagar a má imagem de 2007.

Apesar da vontade de ter um piloto americano na equipa, Peter Windsor não deverá contar com nenhum, pelo menos, já para 2010. Tanto Rossi como Summerton precisam de mais experiência antes de ingressarem em algo tão grande. Enquanto que a candidatura de Nakajima, apenas será considerada se a Toyota equipar os carros americanos.

Villeneuve tem nesta equipa, a sua maior probabilidade de regressar à modalidade máxima, pois apesar de não aceitarem pilotos pagantes, os homens da USF1 apreciam experiência…

Toyota

Na Toyota, tudo parece indicar que os japoneses apenas sofrerão um corte orçamental, e não abandonaram o desporto, mas o line-up lança muitas dúvidas… Apesar de não tão impressionante como Trulli nas últimas corridas, Timo Glock deve ser um nome garantido na equipa.

Jarno Trulli não deverá continuar como piloto Toyota, após cinco anos, e a verdade é que não tem mais alternativas, será o fim da linha do italiano? A opção de Kubica não passa de uma miragem, pois o polaco nem pareceu levar a sério a oferta… Kobayashi e Nakajima são, por isso, os principais pretendentes, mas parece ser o primeiro a levar vantagem como já referi há um tempo

Force India

Depois dos últimos resultados que os indianos conquistaram, duvido que o contracto com a Mercedes seja cancelado, pois aqueles pontos valerão milhões no final do ano para pagar aos alemães. Apesar de ter desperdiçado duas brilhantes oportunidades de brilhar no Nurburgring e em Shangai acredito que Sutil se manterá ao volante para o próximo ano.

Para o segundo carro existe muita concorrência, porque apesar de Liuzzi ter sido escolhido para este ano substituir Fisichella, o facto de Senna e Petrov cobiçarem o lugar não ajudará em nada o italiano… Apesar de nunca ter sido tão patriota como a Spyker, é melhor não descontar o compatriota da GP2, Chandhock da contenda!

Sauber / BMW / ?

Apesar de estar na fase de “eliminatórias da FIA”, creio que acabarão por ser mantidos. Kubica dificilmente ficará na equipa, pois pretende um volante competitivo, o que será complicado com uma equipa “nova”… A ideia de Peter Sauber é manter um dos pilotos, e como Heidfeld está sem mercado em 2010, poderá ser a “tábua de salvação” do alemão.

O que o suiço também disse, é que para completar o orçamento será necessário um piloto pagante, e isto coloca Senna e Petrov (mais uma vez) na pole position para ocupar o lugar…

Outros

As últimas 4 equipas que não referi, decidi nem perder tempo por as suas posições serem claras, ou então, demasiado confusas. A Brawn e a Red Bull vão manter os seus actuais pilotos, apesar de os austríacos terem sido os únicos a anunciá-lo oficialmente.

Manor (ou será Virgin?) e a Toro Rosso não deram quaisquer indícios sobre quem formará o line-up para 2010, e no caso dos britânicos, cheira-me que não o chegarão a fazer…

ING Belgian Grand Prix 2009 – Corrida

30 de Agosto de 2009 1 comentário

Spa-Francorchamps sempre teve a tradição de sediar corridas excitantes, e esta não foi excepção. A primeira vitória do ano para Raikkonen e Ferrari em 2009, era há muito esperada, e o facto de ter acontecido na Bélgica não passa despercebido a ninguém… O finlandês usou da melhor maneira o KERS, para se encostar a Fisichella, e mais tarde usou-o novamente para passar o italiano!

“Físico” brilhou, podendo mesmo ter ganho a corrida, já que o seu Force India estava mais rápido que o F60. Na conferência afirmou estar um pouco desiludido por não ter ganho, pois acabou a pouco tempo de Kimi. Os seus companheiros estiveram longe dos pontos, com Badoer a, provavelmente, ser substituído para o próximo GP…

A Red Bull conseguiu colocar Vettel de regrsso à luta pelo título, com um pódio que se deveu mais a azares de outros, que à sua condução. Webber poderia ter ganho mais terreno, pois estava em 5º, mas o facto de quase ter eliminado Heidfeld no pitlane, custou-lhe um “drive-through” e pontos preciosos…

Após o anúncio do fecho das fábricas da BMW, Mario Theissen afirmou estar empenhado em abandonar competitivamente. Parece que sim, dado o ritmo dos F1.09 em Spa! Apesar do pódio não ter sido conseguido, foi o melhor resultado da equipa este ano, a primeira vez que ambos os carros pontuam numa corrida este ano.

Após duas corridas em grande para a McLaren, a corrida belga foi um regresso ao passado, com Hamilton a ser eliminado na carambolada da 1ª volta, e Kovalainen na sombra e brilhante para conquistar 3 pontos que lhe podem valer o lugar de 2010. Button também se envolveu no acidente com Hamilton, mas tal como o inglês não teve culpa…

Barrichello desperdiçou uma oportunidade de ouro para tirar a desvantagem para Jenson, mas um problema na largada (sim, outro…) obrigou-o a mudar de estratégia, e ainda teve que dar atenção ao motor nas duas últimas voltas, quando se preparava para pressionar Kovalainen… Toro Rosso voltou a estar condenada ao fim do pelotão, com a subida de forma dos Force India. Alguersuari colocou ainda as culpas em Hamilton num acidente, em que foi o principal culpado…

A Toyota não esteve melhor, não conseguindo pontos, quando uma vitória parecia estar nas mãos de Trulli, só que tudo acabou na traseira de Raikkonen com a asa da frente a ter que ser mudada, e mais tarde os travões acabaram tudo. Glock nem se viu, não despotelando a atenção das câmaras…

A Williams nunca se adaptou bem ao circuito, e o ponto solitário de Rosberg soube a muito pouco. Mesmo assim, Nakajima fez pior numa corrida desastrada, apenas na frente de Badoer (ou seja, ninguém na prática…)! A Renault teve um dia para esquecer com Grosjean a eliminar Button, e Alonso teve novamente problemas na paragem (desta vez devido a um toque na 1ª curva), e a equipa não queria arriscar mais um episódio como na Hungria, mandando-o parar…

PS: Desculpem, mas as pontuações terão que ficar para amanhã, mais para o final de tarde: vou estar ocupado. Posso garantir que a espera vai compensar! =D

ING Belgian Grand Prix 2009 – Qualificação

29 de Agosto de 2009 Deixe um comentário

Foto: F1 Fanatic

Imprevisível ao máximo, a qualificação para o GP da Bélgica foi carregado de expectativa. A pole position de Giancarlo Fisichella foi absolutamente imprevista, pois assim que o italiano fez aquele tempo, achámos logo que Trulli e Barrichello acabariam por batê-lo. Mas, incrivelmente nenhum dos dois o superou, o que para Rubens é péssimo: estava mais leve que Giancarlo…

O companheiro de “Físico” ficou na Q2, mas mesmo assim comprovou a boa forma dos Force India ao ficar perto do companheiro nessa sessão, e batendo alguns dos nomes que se apostaram para a pole.

Foto: GP Update

Numa altura em que nos preocupamos em saber se Toyota e BMW estarão no grid de 2010 (se bem que a BMW terá outro nome…) ambas as marcas conseguiram brilhar e recuperar o ritmo evidenciado no início do ano (Toyota) e de 2008 (BMW). Trulli e Heidfeld deverão conseguir terminar na frente de Fisichella, com os seus companheiros a terem boas perspectivas de pontos.

Após a recuperação em Valência, a Brawn esteve patética, em especial com Button. Após uma reacção irritada, quando na 5ª feira lhe perguntaram se queria mesmo o título, Jenson voltou a desapontar, e pela primeira vez este ano ficou na Q2… O seu companheiro, apesar de ter chegado a 4º, tinha menos gasolina que Fisichella, ou seja: os BGP001 nem chegam ao ritmo dos VJM-02…

Foto: GP Update

Após terem evidenciado ritmos fortes nas últimas corridas deste ano, a Ferrari e a McLaren não estiveram como o esperado. Apesar de não tão maus como os britânicos, os lados da Scuderia apenas chegaram à Q3 com Raikkonen, e o finlandês é chamado de “Mestre de Spa”… No entanto, a estratégia deverá colocá-lo na luta pela vitória.

Badoer voltou a ficar em último, saindo de pista na última tentativa, danificando o carro. Provavelmente a sua última corrida na F1… Apesar da promessa dos treinos livres, a McLaren lutou só para sair da Q1, com os MP4-24 a não estarem no nível visto em Valência.

Foto: Motorsport

Depois de não terem pontuado no GP europeu, esperava-se uma resposta (digna desse nome) em Spa. No entanto, mais problemas de motor, desta vez para Webber, colocaram-nos no final da Q3… As curvas de alta velocidade, levaram a equipa a colocar o “bico” mais estreito de novo (ver foto acima). A Williams foi só contrastes com Nico Rosberg, bem cheio e no último lugar da Q3, a poder ter chances de pódio. Nakajima confirmou o péssimo andamento da manhã, batendo apenas Grosjean e Badoer, o que, diga-se de passagem, é muito pouco…

Uma descida de performance colocou um fim, aos sonhos da Renault, com Alonso na Q2 (nunca andou bem durante o fim-de-semana), e Grosjean ficou muito aquém do ritmo da manhã, batendo apenas Badoer, que é mesmo que ficar em último! A Toro Rosso não melhorou muito, mas os erros e falhas técnicas dos outros afastaram-nos um pouco do fim da grelha.

Foto: Motosport

Nota final também para a mensagem dos adeptos para a Ferrari na foto abaixo: “A minha avó é mais rápida do que o Luca [Badoer] com um Ferrari”. Depois a aparece a nota: “Vergonhoso!”

Foto: GP UpdateFoto: GP Update

Capa Autosport – Barrichello entra na luta

25 de Agosto de 2009 1 comentário

Foto: Autosport.pt

Como não podia deixar de ser o “Semanário dos Campeões” tem como capa, a brilhante vitória de Rubens Barrichello no GP da Europa. A edição desta semana veio bem recheada, e também com excelentes textos de opinião sobre a Fórmula 1. Pode ler tudo sobre isso abaixo:

Destaque: O principal destaque do Autosport, obviamente, são as análises ao GP da Europa. Para além destas, e do habitual “Luís Vasconcelos responde”, com as perguntas de Fórum, vêm dois pequenos destaques sobre a falha no reabastecimento de Hamilton (da qual o Mantovani já fez “charge”) e o anormal fraco ritmo da Red Bull.

Foto: Mais Desporto

Dilema para a Ferrari: Obviamente Fernando Alonso a confirmado na Scuderia, mas a principal dúvida é sobre quem dispensar… Isto porque, apesar dos bons indícios, não se sabe nada acerca da recuperação de Felipe Massa.

Vem ainda que Badoer terá que mostrar serviço em Spa, sob pena de Gené tomar o seu lugar. Ainda rumores de que Schumacher não terá desistido de participar apenas pelo pescoço…

Todos querem Kubica: Neste momento, e após o esforço que envolveu o ponto conquistado em Valência, o polaco tem neste momento cinco ofertas (!), mas parece inclinado para apenas uma delas. Estou a falar da Williams, pois os ingleses apenas querem os seus serviços por 1 ano, e Kubica quer estar disponível para ir para a Ferrari em 2011…

Foto: F1 Fanatic

Toyota pode sair da F1: Apesar de ter assinado o Pacto de Concórdia, a equipa japonesa ainda não está garantida, pois só em Novembro a Administração decidirá o financiamento da equipa… Se continuarem, Glock parece estar garantido, mas Trulli não parece inclinado para renovar devido ao baixo salário oferecido, e está por isso no mercado.

Barhain abre temporada de 2010: Tudo indica que o campeonato do próximo ano comece em Sakhir, à semelhança de 2006. Isto pois Ecclestone quer usar a mudança horária europeia para colocar Melbourne mais cedo sem alterar os horários…

Enquanto isso, Suzuka está confirmada, e Silverstone deverá continuar com o GP do Reino Unido. O Canadá também está de regresso, restando apenas dúvidas em relação aos GP’s da China, Turquia e Coreia do Sul.

Foto: Motornews

Outros: Para além das previsões para Spa, vem ainda um pequeno artigo sobre as tentativas de Peter Sauber recuperar a equipa com a Petronas e da Proton. Sobre a Williams, para além do inevitável rompimento com a Toyota (que poderá passar a fornecer a USF1), vem também sobre as ligações da equipa de Grove à Angola, e a possibilidade de Ricardo Teixeira se juntar à equipa.

Só mais uma nota pessoal acerca do artido de opinião de Rui Freire sobre a participação de Luca Badoer: muito bem feito! Se bem se lembram, Badoer foi dos poucos (único mesmo…) a criticar o novo circuito português de Portimão. Eis as palavras, muito bem colocadas, de Rui Freire:

“Quando esteve no Autódromo do Algarve, Luca Badoer foi um crítico acérrimo da pista nacional apontando-lhe inúmeros defeitos que justificariam os maus tempos que realizou. Pelo que agora se percebeu e recuperando uma velha “história” dos automóveis, descobriu-se que o Ferrari tem uma peça avariada: aquela que está por detrás do volante!

“Provavelmente o italiano também não gostou de Valência, tal como não irá gostar de Spa-Francorchamps e, pelos vistos, a única pista que é alvo da sua estima é Fiorano. Curioso, não é?”