Archive

Archive for the ‘Iniciativas do DP’ Category

Grande Prêmio Petrobras do Brasil 2009 – Previsões

15 de Outubro de 2009 Deixe um comentário

E cá estamos nós de regresso ao circuito de Interlagos, um ano após aquela apertadíssima decisão do título de 2008 que colocou Lewis Hamilton como campeão do mundo. Os brasileiros já reagiram um pouco mal ao “preview” da Red Bull para a corrida brasileira (nem todos), lembrando as declarações de Maité Proença sobre Portugal

Enfim, mantenha-mo-nos no tema Fórmula 1! Numa altura em que Button parece um estranho, pode conquistar o título já na ronda brasileira. Barrichello e Vettel têm hipóteses pequenas, mas podem causar grandes surpresas, pois existem previsões de chuva!

O jogo do título

Neste fim-de-semana a decisão do título domina os acontecimentos, pois Button tem grandes probabilidades de garantir o ceptro mundial já. O inglês “só” tem que ter um pódio em Interlagos para o obter, mas a julgar pelas suas últimas performances diria que o título poderá ir para Abu Dhabi…

Vettel tem recuperado, mas apesar de a Red Bull não ser considerada a favorita para o título, a “sessão de testes prolongada” que Webber se viu obrigado a fazer durante a corrida japonesa com asas com configuração para esta pista ajudará muito o alemão a tentar superiorizar-se aos Brawn e McLaren.

Os últimos têm estado em fase ascendente durante este final de temporada, e por isso Hamilton é quem tem mais argumentos para a corrida. Barrichello terá vida complicada, pois tem o mesmo material que o companheiro, e apenas com uma péssima performance do inglês poderá aspirar a atrasar a decisão de quem sairá vencedor!

Os últimos pontos

Williams, Toyota e BMW lutarão pelos últimos lugares pontuáveis, pois ambos procuram uma definição para o futuro, já que são equipas que têm mais incógnitas do que certezas para a próxima temporada e estarão numa mentalidade “tudo por tudo” para salvarem a pele…

Ferrari terá vida difícil na pista brasileira porque a decisão de parar o desenvolvimento do F60 será custosa a Raikkonen e Fisichella, mas é óbvio que a Scuderia parará de investir num ano em que perdeu estrondosamente, dedicando-se à campanha de 2010 com Massa e Alonso.

A juntar a tudo o que disse, a chuva apareceu muito frequentemente na zona e está prevista para aparecer na qualificação, mas com poucas probabilidades de isso acontecer na corrida. No entanto estamos em Interlagos: por outras palavras… vai ser um fim-de-semana ocupado!

Diagrama do circuito

Folha de corrida

Leia também:
Fuji Television Japanese Grand Prix 2009 – Previsões
Gran Premio Santander d’Italia 2009 – Previsões
ING Belgian Grand Prix 2009 – Previsões

Post anterior: Capa Autosport – Alta pressão no Brasil

Estou de volta, mas o que se passou?

12 de Outubro de 2009 2 comentários

Oi pessoal, estou de volta! É o mais simpático que posso dizer depois de ter estado sem publicar nada aqui no blogue muito tempo, mas a falta de tempo e um vírus informático em conjunto dão umas dores de cabeça dos diabos…

Por essa razão decidi fazer uma síntese de tudo o que aconteceu durante o tempo que estive “fora”. Foi uma semana bem agitada com as confirmações de rumores e lançamento de mais alguns, o facto de Glock continuar com problemas, e ainda a possibilidade de Massa voltar já após resultados positivos nos testes da FIA!

Depois de Alonso, mercado toma forma

Assim que Fernando Alonso confirmou a sua ida para a Ferrari foi ver o mercado inteiro a palpitar!

Primeiro foi a vez de Robert Kubica anunciar que vai “regressar às origens” ao ingressar na Renault, equipa na qual esteve ligado no início da sua carreira. Ninguém sabe o que fará ao volante do carro de Enstone para o ano nem o companheiro, mas ninguém espera que lute pelo título de 2010.

Agora, acredita-se que o acordo Barrichello-Rosberg está absolutamente garantido. Eu pensei que esperariam para ver quem ganhava o título para decidir, mas a Brawn nem pareceu importar-se… Possivelmente a decisão errada já que seria um grande “revés” financeiro se Rubinho fosse para a Williams com o título no bolso!

Massa pode voltar e Glock saiu

Depois do aparatoso acidente de Timo na qualificação para o GP do Japão, no qual o alemão levou alguns pontos resultantes de um corte na perna. Como já se esperava, o piloto da Toyota não está em condições para pilotar em Interlagos, e duvido muito sinceramente que consiga regressar antes de 2010…

Quem também não se espera ver de regresso às pistas (pelo menos com um carro de 2009) é Felipe Massa que apesar de testes positivos não está pronto fisicamente para o esforço exigido. Schumacher testou o F2007, tal como Massa o fez hoje, mas circularam rumores que o alemão tinha desmaiado ao volante com as forças G.

Por isso, e se Felipe não quiser ser humilhado por Kimi Raikkonen, numa altura em que o “Iceman” está num grande momento, o melhor que o brasileiro tem a fazer é esperar por 2010 para encarar o “desafio Alonso” de um modo mais correcto.

Mosley e Ecclestone falam, mas quem os ouve mesmo?

Para não variar muito os dois… dirigentes (para não lhes chamar outra coisa…) da Fórmula 1 voltaram a fazer das suas. Sem qualquer surpresa Bernie voltou a defender que com o sistema de medalhas era tudo muito melhor, e que as equipas tinham reagido com mais afinco… Eis o mau lado dos resultados do “Renaultgate”: Briatore já não está cá para o substituir!

Já o outro “chefão” decidiu avisar para que “certas pessoas comecem a preparar os seus advogados” pois revelou estar a preparar um livro de memórias no qual fará revelações explosivas. Há alguém no paddock que não tenha uma, só por acaso?

Leia também:
Capa Autosport – Mercedes quer comprar a Brawn
Como?!
Análises de Mercado 2010 – parte 2

Post anterior: Capa Autosport – Lorenzo não atira a toalha!

Capa Autosport – Mercedes quer comprar a Brawn

16 de Setembro de 2009 Deixe um comentário

Enfim, mais uma semana que passou e na qual o Autosport nos deu a conhecer as novidades e notícias da semana.

A vitória de Rubens Barrichello no GP da Itália, a vitória da ASM Team em Silverstone, o “Renaultgate” (que conheceu hoje novos capítulos que eu falarei neste artigo), as situações de mercado de Raikkonen, Red Bull, BMW, Nico Rosberg… Enfim, mais detalhes no decurso deste artigo.

Para quem não sabe, nesta secção “Capa Autosport” eu apenas refiro os artigos com ligações à F1, e só muito ocasionalmente falo de algo mais…

Título vai ficar na Brawn: Uma análise de mercado efectuado pela revista mostra que apenas os pilotos da Brawn e Red Bull poderão conquistar os títulos este ano, no entanto quem é que acredita que Vettel ou Webber conseguirão tirar 7 pontos por corrida a Button? Pois é…

Raikkonen perdeu as suas hipóteses de título em Monza, pois mesmo que ganhe todas as corrida e Button abandone sempre, a vantagem de número de vitórias entrega o ceptro ao inglês.

Renault contra-ataca: Novos indícios surgiram hoje acerca do “Renaultgate” com a Renault a afirmar que dispensa os serviços de Briatore e Symonds (ou terão sido eles a saírem?), mas se eu perdesse um post de cada vez que acontecesse algo sobre o assunto, não tarda tinha que mudar o nome do blogue para “Renaultgate DP”…

Enfim, a edição está um pouco atrasada nos acontecimentos de hoje, mas fala sobre as insinuações sobre a vida privada de Piquet Jr. e tece fortes críticas a Piquet Senior afirmando que ele é “uma criatura sem limites nem conhecimento de decência”. Destaque também para a facilidade com que a confissão de Piquet foi parar à imprensa.

Sauber mais perto da salvação: Estou para ver como será a capa da próxima edição, mas um regresso da Lotus vai ocupar a capa toda com certeza; no entanto a desta semana vem ainda com a hipótese da Sauber estar perto de arranjar comprador. Não vou aprofundar porque já todos sabemos como acabou…

Mercedes avança para a Brawn: O que não faltam são “teorias da conspiração” acerca da Mercedes e o seu envolvimento na F1, mas segundo o Autosport, Ross Brawn garantiu o apoio Aabar Investments durante os próximos 3 anos. Após o termo do contracto em 2012, a Mercedes assumiria o controlo da equipa.

A ideia principal é colocar Rosberg nas suas fileiras, mas sem o colocar ao lado de Hamilton pois a McLaren iria impor o inglês como primeiro piloto. Há ainda o pormenor de que os alemães não poderão contar com a Red Bull e Vettel sob as suas “asas” por imposição da McLaren que não está a gostar nada…

Brawn reserva título: As análises de Luís Vasconcelos à corrida de Monza, com os principais destaques a serem o 5º pódio seguido para a Ferrari, e a brilhante exibição de Adrian Sutil. Nas pontuações o semanário optou por por dar 5 pontos a Grosjean, quando eu dei 2… No entanto há pontos em que concordamos como os 3 de Alguersuari.

Mais um para a F1: Com o título “no bolso”, Nico Hulkenberg tinha há muito a passagem à Fórmula 1 garantida, aliás, este ano parecia mais de ficar à espera do que ser obrigado a ganhar algo… Com duas corridas muito interessantes, Parente perdeu a hipótese de brilhar por pequenos erros que saíram caro, mas no geral esteve bem!

Participação do Speeder: Nesta edição o meu compatriota do blogue Continental Circus voltou a fazer das suas ganhando destaque em dois pontos. O primeiro foi nos melhores comentários da semana:

Como se diz no futebol: o resultado foi escasso pela exibição. Passar de 17º a quarto, fazendo ultrapassagens fabulosas, e andar colado ao di Grassi, lutando por um lugar no pódio, merece a nossa admiração e o nosso respeito.

O comentário é sobre a corrida de Álvaro Parente, e a verdade é que o português esteve bem. Além deste comentário o nosso colega de Leiria colocou uma pergunta a Luís Vasconcelos… que foi respondida! “Até que pontos Ross Brawn não vai impor a hierarquia na Brawn GP?”

Estivessem os pilotos da Red Bull mais perto e Brawn poderia ser tentado a apostar num só cavalo. Como estão as coisas, com Vettel 26 pontos atrás de Button, o patrão da equipa de Brackley disse em Monza que, “a situação não se alterou e os nossos pilotos são crescidinhos o suficiente para saberem o que podem e o que não podem fazer. Por isso não vejo razão para mudar de política.” Tenho a acreditar em Ross e, por isso, espero que o Mundial se decida apenas em Abu Dhabi.

Outros: A situação de mercado de Raikkonen, a petição de Trulli para as vítimas de Abruzzo, crise de motores da BMW, a confirmação do acordo entre a Santander e a Ferrari, a renovação de Schumacher, a multa de Kimi, a possibilidade de Loeb pilotar em Abu Dhabi, e as negociações da N Technology para compra de Toro Rosso ou Force India (não acredito muito…).

Leia também:
Armindo Campeão do Mundo!
Parente vai para a Fórmula 1
Barrichello entra na luta

Post anterior: O regresso da Lotus… com Cosworth!
Post seguinte: Renault suspensa… mas não para já!

Como?!

14 de Setembro de 2009 2 comentários

Apanhei esta imagem no blogue da GP2.

Não bastasse já aquela ideia que Portugal e África são a mesma coisa, vêem agora estes comparar-nos a Espanha… Foram a padeira de Aljubarrota e o Afonso Henriques lutar por nós para isto!

Actualização: O dia hoje está cheio de coisas estranhas, vejam só o que eu encontrei…

Os nomes indicados pela Wikipedia de Kimi Raikkonen acerca da Ferrari, apesar de não indicarem nada à primeira vista, se prestarem atenção à secção de “World Champions” (Campeões do Mundo).

Pois é… Aparentemente Senna, Alonso, Kubica e Vettel não só já correram pela Scuderia, como pelos vistos também já ganharam títulos. As coisas que nós descobrimos, hã? E, claro, há também o pormenor que Felipe Massa já ganhou um título…

Nova apresentação dos posts

11 de Setembro de 2009 Deixe um comentário

Bom pessoal o blogue vai sofrer uma mudança bastante grande a nível da estrutura. Depois de ter passado muito tempo à procura dos famosos sistemas de “Leia mais…” tal como apresentados no F1 Fanatic e Corrida de F1, o Blogger colocou à disposição essa mesma funcionalidade.

Apesar de ter encontrado códigos em HTML para alterar o blogue nesse sentido, à semelhança do que tentei com os Tags na barra lateral, no entanto havia demasiadas incompatibilidades nesses serviços. Logo, é com grande alívio que finalmente o servidor colocou à disposição a funcionalidade, que me irá permitir gerar publicações maiores e mais completas sem a constante preocupação sobre demoras do blogue a carregar.

Aproveito desde já para agradecer a todos os meus leitores por todas as visitas na curta existência desta página: é por eles que eu escrevo e faço as alterações necessárias a uma leitura mais fácil e completa, no entanto, tentando não a tornar fastidiosa…

Capa Autosport – Armindo Campeão do Mundo!

9 de Setembro de 2009 Deixe um comentário

Com algum atraso vem aí a “Capa Autosport” apreciem os principais pontos de destaque de um dos melhores semanários de F1.

Destaque: A grande vitória de Armindo Araújo no Campeonato do Mundo de Produção de Ralis tem a frente da edição, pois são as cores nacionais no título. No entanto ainda não se sabe se esta conquista é definitiva, porque Al-Attiyah apelou da penalização imposta na Grécia. Só a 6 de Outubro poderemos tirar conclusões…

Renault em apuros: Depois das supostas acções dos franceses em Singapura, a FIA continua a investigar a fundo e muito sangue ainda vai correr acerca do acidente de Nelson Piquet. Aliás, todos os episódios ligados a esta trama acabam no brasileiro, que deverá ter acabado com a sua carreira de piloto, pelo menos, na F1.

O Autosport lembra ainda que no passado todos os géneros de truques foram usados desde pneus especiais até gasolinas vitaminadas. Isto coloca em perigo a história do mundial para sempre!

Finalmente Fisichella: A edição de 3ª feira não foi a tempo de colocar Liuzzi como piloto da Force India para Monza, no entanto colocam-no como candidato, e que Petrov lutará com ele pelo segundo carro para 2010. Todos os pormenores sobre a ida de “Físico” para a Ferrari aqui.

Fala-se também que Kubica esteve perto de conseguir o lugar em Maranello, pois acredita-se que Peter Sauber, se conseguir salvar a equipa (o que é um grande “se”), usará motores Ferrari (tal como fazia na Sauber com os Petronas).

Outros: Para além das previsões para o próximo GP, o semanário tem também artigos sobre a possibilidade de investidores com ligações a Chandhock poder entrar na F1 através da BMW. A ida de Fernando Alonso a Oviedo, é alvo de uma pequena caixa com a assistência recorde e a mudança de nome de uma rua para o seu nome.

Na área “Pit Stop” vêm três destaques: o facto de Ross Brawn ter sido multado em 800€ e de não ter tido a sua carta apreendida por andar a 160km/h numa área em que o máximo permitido era 80km/h; o GP de Coreia do Sul avança, mesmo sem o apoio orçamental do governo; e ainda o facto de a USF1 se ter juntado à FOTA.

Álvaro Parente está por toda a parte com a vitória na segunda corrida no Estoril, pois era a sua primeira participação na Superlegue Formula, e o facto de o ter conseguido às custas de Bourdais anima muito. O francês acabou por conseguir ganhar a corrida dos prémios. Ainda a vitória de Rossi, que coloca o italiano mais perto do título.

Aproveito também para dizer que após o GP da Itália, o blogue não vai poder continuar a sr actualizado com tanta frequência como nestes dois meses, porque o “trabalho” está de regresso (quem vir o meu perfil perceberá porque estou a colocar os parênteses)…

Análises de Mercado 2010 – parte 2

5 de Setembro de 2009 1 comentário

Após a primeira parte destas análises às situações das equipas para o mercado, vem aí a segunda (e última parte).

USF1

Na equipa oficial dos EUA a situação de participação e no mercado parece bastante seguro desde o anúncio de apoio do YouTube à equipa, e do facto de ser (das novas aquisições) a que parece estar melhor preparada. O provável patrocínio da Superfund, deverá ter entregue numa bandeja um lugar a Alexander Wurz, que tentará apagar a má imagem de 2007.

Apesar da vontade de ter um piloto americano na equipa, Peter Windsor não deverá contar com nenhum, pelo menos, já para 2010. Tanto Rossi como Summerton precisam de mais experiência antes de ingressarem em algo tão grande. Enquanto que a candidatura de Nakajima, apenas será considerada se a Toyota equipar os carros americanos.

Villeneuve tem nesta equipa, a sua maior probabilidade de regressar à modalidade máxima, pois apesar de não aceitarem pilotos pagantes, os homens da USF1 apreciam experiência…

Toyota

Na Toyota, tudo parece indicar que os japoneses apenas sofrerão um corte orçamental, e não abandonaram o desporto, mas o line-up lança muitas dúvidas… Apesar de não tão impressionante como Trulli nas últimas corridas, Timo Glock deve ser um nome garantido na equipa.

Jarno Trulli não deverá continuar como piloto Toyota, após cinco anos, e a verdade é que não tem mais alternativas, será o fim da linha do italiano? A opção de Kubica não passa de uma miragem, pois o polaco nem pareceu levar a sério a oferta… Kobayashi e Nakajima são, por isso, os principais pretendentes, mas parece ser o primeiro a levar vantagem como já referi há um tempo

Force India

Depois dos últimos resultados que os indianos conquistaram, duvido que o contracto com a Mercedes seja cancelado, pois aqueles pontos valerão milhões no final do ano para pagar aos alemães. Apesar de ter desperdiçado duas brilhantes oportunidades de brilhar no Nurburgring e em Shangai acredito que Sutil se manterá ao volante para o próximo ano.

Para o segundo carro existe muita concorrência, porque apesar de Liuzzi ter sido escolhido para este ano substituir Fisichella, o facto de Senna e Petrov cobiçarem o lugar não ajudará em nada o italiano… Apesar de nunca ter sido tão patriota como a Spyker, é melhor não descontar o compatriota da GP2, Chandhock da contenda!

Sauber / BMW / ?

Apesar de estar na fase de “eliminatórias da FIA”, creio que acabarão por ser mantidos. Kubica dificilmente ficará na equipa, pois pretende um volante competitivo, o que será complicado com uma equipa “nova”… A ideia de Peter Sauber é manter um dos pilotos, e como Heidfeld está sem mercado em 2010, poderá ser a “tábua de salvação” do alemão.

O que o suiço também disse, é que para completar o orçamento será necessário um piloto pagante, e isto coloca Senna e Petrov (mais uma vez) na pole position para ocupar o lugar…

Outros

As últimas 4 equipas que não referi, decidi nem perder tempo por as suas posições serem claras, ou então, demasiado confusas. A Brawn e a Red Bull vão manter os seus actuais pilotos, apesar de os austríacos terem sido os únicos a anunciá-lo oficialmente.

Manor (ou será Virgin?) e a Toro Rosso não deram quaisquer indícios sobre quem formará o line-up para 2010, e no caso dos britânicos, cheira-me que não o chegarão a fazer…