Arquivo

Archive for the ‘Felipe Massa’ Category

Capa Autosport – Alta pressão no Brasil

14 de Outubro de 2009 Deixe um comentário

Mais uma edição da Capa Autosport que conta com previsões para o GP do Brasil que promete ser um dos GP’s mais emocionantes do ano com a possível decisão do título e a possibilidade de chuva a marcarem a ordem do dia.

Uma excelente análise sobre a situação das equipas que se vão estrear para 2010, a estranha fraca performance de Jenson Button na segunda metade da temporada, a estreia de Kobayashi, o regresso de Felipe Massa às pistas…

O estranho caso de Jenson Button

O Autosport dá enfâse ao “estranho caso” de Button não parecer querer o título… O inglês tem andado estranho ultimamente, isolando-se dos restantes membros do paddock quando sempre foi bastante sociável, e parecendo carecer de confiança. Isto mesmo com hipóteses muito realistas de título já em Interlagos, mas deve ser o fantasma Hamilton de 2007!

Destaque também para o facto de a Brawn estar a meio ponto do título mesmo no caso de uma dobradinha da Red Bull.

Ferrari abranda regresso de Massa

Como não podia deixar de ser o semanário dá uma página para a boa recuperação do brasileiro que testou esta semana um F2007 com pneus da GP2. No entanto na opinião deles o brasileiro foi abrandado pela Ferrari que estaria a tentar entrar com toda a borucracia possível para evitar a volta do piloto esta temporada…

Apesar de tudo acredita-se que Massa estará a 100% em 2010 pois os mais recentes testes realizados pela FIA mostram que ele recuperou completamente a visão do olho esquerdo. Melhor? Dará a bandeirada de xadrez no GP do Brasil. Melhor ainda? Se fosse para coroar uma vitória do seu amigo Barrichello!

Sangue novo na F1

Uma brilhante reportagem feita (como não podia deixar de ser) pelo eterno e brilhantíssimo Luís Vasconcelos, já colocada na íntegra pelo Speeder no seu blogue. Uma análise à situação de cada uma das novas equipas…

A Lotus mostra sinais de ser a melhor estreante graças ao budget, pessoal e instalações. Apesar de ter sido a última a inscrever-se para este mundial, a equipa vai ser das poucas estreantes que não estará condicionada pelo factor dinheiro podendo escolher o 2º carro sem preocupações monetárias. Heidfeld e Trulli são os principais candidatos para o 1º com o italiano em vantagem graças a Gascoygne.

O Team USF1 recebeu uma vistoria da parte da FIA com vista a garantir a viabilidade do projecto e isso pareceu convencer Bernie Ecclestone que é uma vaga garantida. No entanto a equipa provavelmente nem terá um, quanto mais dois americanos no lugar de piloto…

A Manor está cheia de controvérsia pelo alegado favorecimento (o processo aberto pela N Technology contra a FIA vai a tribunal para a semana), o apoio conferido pela Virgin deu estabilidade a uma equipa que vai optar por não usar túnel de vento. Parente e Senna são os nomes mais falados para a equipa.

A Campos (contra as principais expectativas) é a pior de todas, pois não tem patrocinadores nem pilotos confirmados, já para não falar de não existir nenhuma estrutura… Diz-se que a equipa vetou a Sauber para os obrigar a comprar-lhe a vaga no mundial, e que teria feito uma proposta a Piquet, mas esse andam com o nome queimado no circo!

Outros

Timo Glock não participa no GP do brasil em detrimento de Kobayashi; tampões de pneus proibidos para 2010 (para alegria da Renault…); GP de Mónaco com data antecipada; o facto de Glock se poder juntar a Kubica na Renault para tornar a marca francesa com hipóteses mais credíveis.

O facto da equipa USF1 ter “passado no teste” realizado pela FIA; Trulli vai experimentar um NASCAR mas garante que não quer ir para os EUA; Donington com o prazo a chegar ao fim (mas hoje já arranjou apoios necessários); e a morte de Jean Sage.

Leia também:
Capa Autosport – Lorenzo não atira a toalha!
Capa Autosport – Hamilton dá ajuda a Button
Capa Autosport – Renault F1 em risco!

Post anterior: Estou de volta, mas o que se passou?

Anúncios

Estou de volta, mas o que se passou?

12 de Outubro de 2009 2 comentários

Oi pessoal, estou de volta! É o mais simpático que posso dizer depois de ter estado sem publicar nada aqui no blogue muito tempo, mas a falta de tempo e um vírus informático em conjunto dão umas dores de cabeça dos diabos…

Por essa razão decidi fazer uma síntese de tudo o que aconteceu durante o tempo que estive “fora”. Foi uma semana bem agitada com as confirmações de rumores e lançamento de mais alguns, o facto de Glock continuar com problemas, e ainda a possibilidade de Massa voltar já após resultados positivos nos testes da FIA!

Depois de Alonso, mercado toma forma

Assim que Fernando Alonso confirmou a sua ida para a Ferrari foi ver o mercado inteiro a palpitar!

Primeiro foi a vez de Robert Kubica anunciar que vai “regressar às origens” ao ingressar na Renault, equipa na qual esteve ligado no início da sua carreira. Ninguém sabe o que fará ao volante do carro de Enstone para o ano nem o companheiro, mas ninguém espera que lute pelo título de 2010.

Agora, acredita-se que o acordo Barrichello-Rosberg está absolutamente garantido. Eu pensei que esperariam para ver quem ganhava o título para decidir, mas a Brawn nem pareceu importar-se… Possivelmente a decisão errada já que seria um grande “revés” financeiro se Rubinho fosse para a Williams com o título no bolso!

Massa pode voltar e Glock saiu

Depois do aparatoso acidente de Timo na qualificação para o GP do Japão, no qual o alemão levou alguns pontos resultantes de um corte na perna. Como já se esperava, o piloto da Toyota não está em condições para pilotar em Interlagos, e duvido muito sinceramente que consiga regressar antes de 2010…

Quem também não se espera ver de regresso às pistas (pelo menos com um carro de 2009) é Felipe Massa que apesar de testes positivos não está pronto fisicamente para o esforço exigido. Schumacher testou o F2007, tal como Massa o fez hoje, mas circularam rumores que o alemão tinha desmaiado ao volante com as forças G.

Por isso, e se Felipe não quiser ser humilhado por Kimi Raikkonen, numa altura em que o “Iceman” está num grande momento, o melhor que o brasileiro tem a fazer é esperar por 2010 para encarar o “desafio Alonso” de um modo mais correcto.

Mosley e Ecclestone falam, mas quem os ouve mesmo?

Para não variar muito os dois… dirigentes (para não lhes chamar outra coisa…) da Fórmula 1 voltaram a fazer das suas. Sem qualquer surpresa Bernie voltou a defender que com o sistema de medalhas era tudo muito melhor, e que as equipas tinham reagido com mais afinco… Eis o mau lado dos resultados do “Renaultgate”: Briatore já não está cá para o substituir!

Já o outro “chefão” decidiu avisar para que “certas pessoas comecem a preparar os seus advogados” pois revelou estar a preparar um livro de memórias no qual fará revelações explosivas. Há alguém no paddock que não tenha uma, só por acaso?

Leia também:
Capa Autosport – Mercedes quer comprar a Brawn
Como?!
Análises de Mercado 2010 – parte 2

Post anterior: Capa Autosport – Lorenzo não atira a toalha!

Capa Autosport – Renault F1 em risco!

24 de Setembro de 2009 Deixe um comentário

Mais um habitual “Capa Autosport”, desta vez separado apenas por um post, pois tenho estado com muito pouco tempo para dedicar ao blogue. Assim que possível vem o calendário de 2010 e as previsões para o GP de Singapura.

Ao contrário do que dava a pensar, o título do semanário não tem os resultados do Conselho Mundial já publicados: os próprios escritores têm uma palavrinha sobre isso no interior. No entanto o “Renaultgate” não é o único ponto de destaque, com a entrada da Lotus e a compra da BMW e as boas prestações dos portugueses a merecerem espaço da capa.

Terramoto na Renault: Apesar de a edição ter fechado antes da divulgação da decisão do Conselho Mundial, o Autosport fez brilhantes conclusões acerca de Briatore e as suas tendências para quebrar regulamentos, e ainda acerca do facto de os tribunais civis serem chamados, e sobre a potencial saída da Renault, que já foi desmentida.

Malásia banca regresso da Lotus: A escolha da Lotus como 13ª equipa do mundial de 2010 não poderá ser tida em conta como o “regresso verdadeira” da equipa fundada por Colin Chapman, pois dessa era apenas se mantém o nome da equipa… O facto de a equipa estar baseada no Médio Oriente e de usar motores da Cosworth devem ter sido os factores de escolha.

Ainda uma pequena caixinha sobre o facto de um investidor italiano comprar a parte de Michiel Mol na Force India. Isto levará a que a equipa possa resolver os seus problemas financeiros com a Mercedes, já que o holandês nunca deu um centavo a Mallya!

Petrodólares salvam a Sauber: Apesar de ter sido deixada de fora do Mundial pela FIA são muitos os que acreditam que, como 14ª equipa ou como compradora de outra, a equipa fundada por Peter Sauber chegará ao grid no GP do Barhain. A compra da Qadbak Investments trará paz monetária para os lados de Hinwill.

Tudo isto e a juntar o facto de Peter Sauber continuar com 20% da equipa e de Kubica já admitir permanecer na equipa poderão levar a uma manutenção do line-up deste ano para o próximo.

Quando o sonho comanda a vida: Excelente reportagem acerca da Ocean Racing Technology passando da pior equipa do pelotão a uma vencedora de corridas em apenas 7 meses. Tudo pelas mãos de Tiago Monteiro, com a escolha do nome e da possível criação de uma equipa de GP3 que poderia acolher António Félix da Costa…

Sustentável leveza: O regresso da equipa Lotus ao pelotão da Fórmula 1 para 2010, por mais que seja com motores Cosworth e donos malaios, não pode ser considerado mau: é uma excelente notícia! O Autosport organizou num dos seus “Fenómenos de F1” com as raízes da equipa de Colin Chapman.

Cores portugueses no auje: Portugal foi um nome de marca nesta semana que passou, pois Álvaro Parente, Miguel Ramos e António Félix da Costa a conseguirem posições bastante boas no panorama internacional, com o último a ter ganho o campeonato NEC da F. Renault. Só faltou Tiago Monteiro que foi eliminado por Augusto Farfus….

Espírito de iniciativa: Conheça tudo sobre a ASM e o seu título internacional de velocidade, e cujo próximo passo poderá ser uma ida a Le Mans!

Outros: As previsões para o GP da Singapura (as minhas a seguir); acordo de evolução de motores com FIA a pedir a Mercedes para piorar…; Loeb testa GP2 como preparação para Abu Dhabi (depois de eu ter dito que não, o malandro!); “Renault Roadshow” em Sochi local provável para GP da Rússia.

Massa irá participar nas 500 milhas de karting de Granja Viana; Coreia do Sul prepara-se para acolher a Fórmula 1 em 2010 com a ajuda do Governo local; e Canadá resolve os problemas económicos com Ecclestone para voltar ao calendário.

Leia também:
Capa Autosport – Mercedes quer comprar a Brawn
Capa Autosport – Armindo Campeão do Mundo!
Capa Autosport – Parente vai para a Fórmula 1!

Post anterior: Renault suspensa… mas não para já!
Post seguinte: Singtel Singapore Grand Prix 2009 – Qualificação

Visuais novos

23 de Agosto de 2009 Deixe um comentário

Durante o fim-de-semana valenciano, houve sem dúvida bastantes surpresas na classificação, mas houve também duas mudanças de visual.

A primeira consistiu no capacete de Rubens Barrichello que correu com uma homenagem a Felipe Massa, com as cores que Felipe usa no capacete, e uma inscrição: “See you on track soon!”, ou seja, “Vejo-te na pista em breve!”.

Já a BMW que foi das poucas equipas a não aderir à moda das barbatanas de tubarão em 2008, juntamente com Williams e McLaren (no entanto, a equipa de Woking testou a peça…), aderiu neste GP à moda.

Este ano, não são tantas equipas a usar a carenagem, mas os resultados estão à vista e Mario Theissen afirma que a principal melhoria será na Singapura.

Capa Autosport – Como Button recuperou a magia

19 de Agosto de 2009 Deixe um comentário

Capa Autosport - Como Button recuperou a magia [Fonte: Autosport.pt]

Após todo o tempo de espera (3h) pelo autocarro da praia, tal como referi no Twitter, tive todo o tempo do mundo para ler os destaques do Autosport. Para ser honesto, creio que nunca estive tão a par do desporto automóvel como agora, pois neste momento sei as condições de: DTM, MotoGP, WRC, Campeonato Nacional de Ralis, estreias de novos automóveis às estradas, etc. E claro, da Fórmula 1…

Destaques: A edição desta semana tem como capa Jenson Button. O campeonato brilhante que tem feito, apesar das últimas corridas, não parece surpreender Pat Symonds e Frank Williams, que no entanto dizem que o britânico veio cedo demais para a categoria. Para além das dificuldades do campeonato, também existem artigos especiais, como: a sua paixão pelo triatlo, a sua ida a Itália sozinho aos 15 anos, e, ainda, o facto de o seu pai ser um amigo inseparável…

O semanário defende que Schumi não voltou pelo pescoço; e não pela suposta falta de andamento [Fonte: Axis of Oversteer]

As razões de Schumi: O semanário dá conta, da escolha de Badoer como um prémio e uma oportunidade de ouro para riscar um dos seus recordes: mais GP’s sem pontos. Falando também da entrevista a Felipe Massa (confira-a aqui), o regresso mais plausível deverá ser na Singapura, e não em Monza como muitos rumores apontavam.

Dependendo do tempo que o brasileiro estiver fora, irá igualmente depender a possibilidade de Schumacher regressar às pistas… As palavras de Montezemolo são muito pouco acreditadas, devido ao facto de o Pacto de Concórdia já estar praticamente pronto.

Dança das cadeiras: A situação do mercado está realmente muito estranha, com mais de metade dos pilotos sem lugar garantido na próxima época. Ferrari deverá manter Massa e contratar Alonso, lançando Raikkonen para o WRC; a “raça” dos pilotos pagantes está a regressar à F1, com os principais alvos a serem Campos e USF1.

McLaren e Toyota deverão manter as duplas, apesar de Kovalainen e Trulli não estarem a render o esperado; Williams e Brawn estão no mercado à procura de veteranos (Heidfeld e Barrichello os mais falados para Sir Frank), e em busca de um novato com apoios para ajudar na folha de pagamentos (que é o que não falta…).

Outros: Outras publicações que já não têm tanto a ver com a situação do campeonato de F1 são: uma reportagem especial sobre fórmulas de acesso à F1 (F. Renault, World Series by Renault, GP2, F3, EUA, DTM,…); também uma notícia sobre a situação do campeonato de GP2, com a saída de Grosjean (que sai dentro de momentos) a deixar caminho livre para Hulkenberg.

Falso Positivo – Schumacher não volta!

11 de Agosto de 2009 Deixe um comentário

Após ter pago testes com o F2007, Schumacher não regressa

Após muitas expectativas, declarações e vendas de bilhetes para o próximo GP (e dos dois seguintes também), Michael Schumacher afirma que os problemas no pescoço do seu acidente de moto obrigaram-no a não participar no fim-de-semana valenciano.

Para o alemão deve ter sido um duro golpe, após todo o esforço para se colocar em forma. Mais para mais, tendo sido ele a pagar todos os testes com o F2007 (que por sinal, não foram baratos!)… Ainda por cima, a Ferrari decidiu colocar no lugar de Felipe Massa, o bastante parado, Luca Badoer.

O italiano, que se vai tornar o 1º italiano a pilotar um Ferrari desde Ivan Capelli em 1992, foi uma escolha estranha, pois faria mais sentido colocar Marc Gené para os espanhóis terem uma razão válida para não pedirem o dinheiro de volta… Ainda para mais, Badoer tem um historial fraco na F1: nunca conquistou pontos (!), o seu melhor resultado foi 7º, e a sua melhor qualificação foi no 12º posto…

Capa Autosport – Schumacher está de volta!

4 de Agosto de 2009 Deixe um comentário

Capa Autosport - Schumacher está de volta!

Bom-dia a todos, chegou a altura de mostrar-vos como tem sido a Fórmula 1 ao longo desta semana, após a minha ausência esta semana. A revista Autosport é um misto de linguagem simples para os despreocupados e alguns pormenores técnicos para os mais “licenciados”. Eis as notícias da semana:

Schumacher em “part-time”: Neste capítulo todas as notícias que têm sido alimentadas ao longo da semana, juntamente com o meu post do assunto, podem explicar grande parte desta secção, mas é interessante a forma como o Autosport prevê que a luta entre Raikkonen e Schumacher deva aquecer, pois esperam que Kimi seja obrigado a incorporar-se mais na equipa face ao hepta-campeão.

BMW sai pela porta dos fundos: O abandono da BMW, apesar da surpresa inicial, até se compreende. Resta saber o que acontecerá a Kubica (que tinha contrato para 2010) e a Rosberg (que já tinha um acordo de três anos com a equipa). Concordo plenamente com Luís Vasconcelos quando ele diz que Theissen foi o culpado por não ter apostado na temporada de 2008, podendo ter ganho pontos para a equipa continuar a investir se tal tivesse acontecido:

Quem só olha para a táctica, perde a visão panorâmica das coisas e, mais cedo ou mais tarde, paga o preço pela sua miopia estratégica.”

Michel Boeri (ao fundo) deverá candidatar-se à FIA

A terceira via para a FIA: O semanário diz também que o próximo presidente da FIA poderá ser Michel Boeri (líder do Automóvel Clube de Mónaco),pois tem o apoio declarado de Bernie Ecclestone e de Mohamed Bin Sulayem. Além disso, a prevista vitória esmagadora de Todt parece menos provável, pois Vatanen recolhe simpatias, e Boeri deverá não recorrer a mais que um mandato…

Classe de 2009: Marc Gené e Ivan Capelli (o comentador da RAI e ex-piloto, não o do Blog do Capelli) comentam sobre o rendimento dos piltos após a meio da época ter passado, na semelhança do que eu e o site oficial da F1 fizemos. Curiosa é a análise do Capelli a Felipe Massa:

Claro que não é fácil dar o máximo quando o carro é lento, mas quando se está na Ferrari tem de se dar sempre tudo.“.

Um bocadinho: olha quem fala, não acham…