Arquivo

Archive for the ‘Europa’ Category

Calendário 2010: Reflexões

29 de Setembro de 2009 Deixe um comentário

Após bastante tempo de espera no qual alguns blogues comentaram como a versão oficial da temporada estava a demorar bem mais do que a deste ano. A verdade é que o conflito FOTA vs FIA deitou tudo a perder, sem contar com os problemas de GP’s como Alemanha ou China… Mas isso é mais para daqui a pouco!

Do regresso do Canadá até à estreia do GP da Coreia, o calendário de 2010 promete muita acção nas suas 19 corridas, batendo o recorde de mais corridas por temporada. No entanto só da opinião do F1 Fanatic: 19 não é a mais, é a menos…

Os pontos de interrogação

Apesar de tudo dar a indicar que está tudo bem na F1 com apenas um “*” no GP do Canadá, a verdade é que esse não é o principal caso de dúvidas relativas às corridas… Os GP’s de Inglaterra, Alemanha e China estão bem piores!

O GP de Inglaterra começa a parecer seguro, pois Ecclestone disse que não ia dar mais tempo a Donington de se preparar, e que Silverstone tomaria o lugar na eventualidade. O GP da Alemanha já está um pouco mais resolvido, pois à semelhança do Canadá a questão é um decréscimo nos preços exigidos a Hockenheim.

A ronda de Shangai parece correr um grande perigo, porque, ao contrário dos GP’s europeus, Bernie não pensa sequer em baixar um cêntimo os preços. Isto quando os chineses devem dinheiro deste ano, e as exigências aumentarão para o ano, enquanto os organizadores nao encontram patrocinador…

Apesar dos comunicados oficiais, o GP do Canadá não pode ser já dado como certo, porque faltam acertar os pormenores financeiros (que em teoria deveriam ser os menos importantes…) e o período em que foi inserido levanta dúvidas acerca de ser praticável.

Pormenores

Para além das rondas mais tradicionais (a julgar pelo que aconteceu às rondas da Inglaterra e Alemanha, não sei se isso existe para Ecclestone…) existem outros pontos de surpreendentes. A manutenção da prova de Valência só foi garantido porque Mr. E não quer entregar a derrota, pois é óbvio que a pista não tem qualquer encanto.

O GP da Coreia constituiu alguma surpresa pelo facto de não estar muito bem preparado com muitas obras em decurso… Destaque também para as alterações na ordem das corridas, com o Barhein a receber pela segunda vez a primeira ronda do campeonato, e ainda também o regresso do Brasil como ronda final.

Portugal fora…

O autódromo do Algarve ficou de fora com alguma surpresa, pois mereceu fortes elogios de todos os pilotos de todas as categorias que lá passaram… Foi pena, porque tanto Mosley como Ecclestone deram a entender que o GP de Portugal poderia estar de volta, mas não aconteceu.

Enquanto Bernie tenta convencer os indianos a ajudarem o construcção do novo circuito, ensinando-lhe porque a F1 é um desporto (aposto que a lição nº1 foi que tal como no futebol podiam-se comprar os “árbitros”), nós temos uma cultura incrível pelo desporto e um autódromo construído e alvo de elogios! Aparentemente não resulta…

Calendário completo

14 Março – Barhain
28 Março – Austrália
4 Abril – Malásia
18 Abril – China
9 Maio – Espanha
23 Maio – Mónaco
30 Maio – Turquia
13 Junho – Canadá
27 Junho – Europa (Valência)
11 Julho – Inglaterra
25 Julho – Alemanha
1 Agosto – Hungria
29 Agosto – Bélgica
12 Setembro – Itália
26 Setembro – Singapura
3 Outubro – Japão
17 Outubro – Coreia do Sul
31 Outubro – Abu Dhabi
14 Novembro – Brasil

(ilustração gráfica assim que possível…)

Leia também:
Capa Autosport – Renault F1 em risco!
O regresso da Lotus… com Cosworth!
Agora é que está tudo tramado…

Post anterior: Singtel Singapore Grand Prix 2009 – Pontuação

Anúncios

Capa Autosport – Barrichello entra na luta

25 de Agosto de 2009 1 comentário

Foto: Autosport.pt

Como não podia deixar de ser o “Semanário dos Campeões” tem como capa, a brilhante vitória de Rubens Barrichello no GP da Europa. A edição desta semana veio bem recheada, e também com excelentes textos de opinião sobre a Fórmula 1. Pode ler tudo sobre isso abaixo:

Destaque: O principal destaque do Autosport, obviamente, são as análises ao GP da Europa. Para além destas, e do habitual “Luís Vasconcelos responde”, com as perguntas de Fórum, vêm dois pequenos destaques sobre a falha no reabastecimento de Hamilton (da qual o Mantovani já fez “charge”) e o anormal fraco ritmo da Red Bull.

Foto: Mais Desporto

Dilema para a Ferrari: Obviamente Fernando Alonso a confirmado na Scuderia, mas a principal dúvida é sobre quem dispensar… Isto porque, apesar dos bons indícios, não se sabe nada acerca da recuperação de Felipe Massa.

Vem ainda que Badoer terá que mostrar serviço em Spa, sob pena de Gené tomar o seu lugar. Ainda rumores de que Schumacher não terá desistido de participar apenas pelo pescoço…

Todos querem Kubica: Neste momento, e após o esforço que envolveu o ponto conquistado em Valência, o polaco tem neste momento cinco ofertas (!), mas parece inclinado para apenas uma delas. Estou a falar da Williams, pois os ingleses apenas querem os seus serviços por 1 ano, e Kubica quer estar disponível para ir para a Ferrari em 2011…

Foto: F1 Fanatic

Toyota pode sair da F1: Apesar de ter assinado o Pacto de Concórdia, a equipa japonesa ainda não está garantida, pois só em Novembro a Administração decidirá o financiamento da equipa… Se continuarem, Glock parece estar garantido, mas Trulli não parece inclinado para renovar devido ao baixo salário oferecido, e está por isso no mercado.

Barhain abre temporada de 2010: Tudo indica que o campeonato do próximo ano comece em Sakhir, à semelhança de 2006. Isto pois Ecclestone quer usar a mudança horária europeia para colocar Melbourne mais cedo sem alterar os horários…

Enquanto isso, Suzuka está confirmada, e Silverstone deverá continuar com o GP do Reino Unido. O Canadá também está de regresso, restando apenas dúvidas em relação aos GP’s da China, Turquia e Coreia do Sul.

Foto: Motornews

Outros: Para além das previsões para Spa, vem ainda um pequeno artigo sobre as tentativas de Peter Sauber recuperar a equipa com a Petronas e da Proton. Sobre a Williams, para além do inevitável rompimento com a Toyota (que poderá passar a fornecer a USF1), vem também sobre as ligações da equipa de Grove à Angola, e a possibilidade de Ricardo Teixeira se juntar à equipa.

Só mais uma nota pessoal acerca do artido de opinião de Rui Freire sobre a participação de Luca Badoer: muito bem feito! Se bem se lembram, Badoer foi dos poucos (único mesmo…) a criticar o novo circuito português de Portimão. Eis as palavras, muito bem colocadas, de Rui Freire:

“Quando esteve no Autódromo do Algarve, Luca Badoer foi um crítico acérrimo da pista nacional apontando-lhe inúmeros defeitos que justificariam os maus tempos que realizou. Pelo que agora se percebeu e recuperando uma velha “história” dos automóveis, descobriu-se que o Ferrari tem uma peça avariada: aquela que está por detrás do volante!

“Provavelmente o italiano também não gostou de Valência, tal como não irá gostar de Spa-Francorchamps e, pelos vistos, a única pista que é alvo da sua estima é Fiorano. Curioso, não é?”

As indicações de Badoer

24 de Agosto de 2009 4 comentários

Enfim, para me estrear nas charges escolhi a infeliz participação de Luca Badoer na corrida de ontem. Verdadeiramente patética: tal como o meu “cartoon” provavelmente… 😀

Telefónica Grand Prix of Europe – Pontuações

23 de Agosto de 2009 Deixe um comentário

Foto: Arte Fórmula 1 DP

E começa a nova funcionalidade do blogue, que decidiu suspender a das rapidinhas, pelo sistema antigo, mas para compensar vem esta nova característica. As classificações são para os piltos de 1 a 10, e serão agrupados por equipas, comecemos!

Brawn GP: Os Brawn recuperaram a competitividade, e isso ajudou (e bem) Rubens Barrichello a chegar à vitória, mas a persistência e determinação do brasileiro são louváveis: 10. Button foi uma sombra do piloto que sempre foi, e ganhou aqueles pontos com bastante sorte à mistura: 7.

McLaren: Para quem dominou a qualificação, não ganhar a corrida é uma derrota pesada. Lewis foi teimoso em querer ir às boxes antes de tempo e tramou-se: 7. Da parte de Kovalainen nunca seria aceite nada menos que um pódio, e até aí falhou: 5.

Ferrari: Raikkonen tem-se esforçado para ser garantido na Scuderia para 2010, mas para além de os italianos não deverem estar a prestar atenção a isso, o facto de ir ao pódio como se estivesse a fazer um favor a alguém cai mal: 8. Luca Badoer fez tudo mal do que podia correr mal, rodou, teve “drive-through”: 3. Tanto? Não bateu nem no muro nem em ninguém…

Renault: Perante o seu público Alonso não correu riscos desnecessários, mas não brilhou: 7. Grosjean não conseguiu mostrar ser mais dotado que Piquet, e as palavras do brasileiro começam a ter razão de ser: 4.

Williams: Cenário habitual para a equipa de Sir Frank, com Rosberg a bater carros melhor equipados e a ficar perto do pódio: 8. Já Nakajima teve um furo, mas até aí não estava numa boa posição e continua a zeros no campeonato: 5.

BMW Sauber: Os germânicos parecem empenhados em arranjar comprador, e por isso investem no carro desta temporada. As alterações ajudaram Kubica a voltar aos pontos, mas com alguma sorte: 7. Heidfeld terminou no lugar de largada não merecendo qualquer tipo de destaque: 4.

Red Bull: Tal como Webber previu foi um péssimo fim-de-semana para a equipa. Dois motores partidos acabaram (provavelmente) com as hipóteses de Vettel ao título, e na corrida até estava bem: 7. Webber estava para ganhar uns pontinhos a Button, mas uma estranha paragem fê-lo perder os pontos: 6.

Force India: As melhoras introduzidas no carro resultam, mas apesar de ter chegado ao Top Ten, Sutil não chamou a atenção das câmaras: 6. Fisichella continua a não conseguir transformar a sua superior experiência em algo produtivo, acabando por ficar um passo atrás do companheiro: 5.

Toyota: Os japonese não têm conseguido sequer acabar regularmente nos pontos. Trulli nunca se viu: 4. E Glock tem a seu favor o ritmo final, levando a volta mais rápida no processo: 6.

Toro Rosso: As tão afamadas alterações fundamentais que iriam catapultar a equipa para os pontos não aconteceram. Alguersuari está na fase de aprendizagem não conseguindo andar mais rápido que ninguém (bateu Badoer, mas isso não conta…): 4. Já Buemi esteve irreconhecível fazendo uma das suas piores corridas de sempre na F1, estando envolvido nos incidentes da 1ª curva: 2. Pior pontuação que Badoer, e olhem que isso é complicado…

Telefónica Grand Prix of Europe – Corrida

23 de Agosto de 2009 1 comentário

Após ter começado a perceber que o sistema de pitacos e mais tarde análise extensiva não estava a funcionar como esperava, decidi voltar ao sistema antigo. No entanto, a seguir às minhas análises vem uma nova funcionalidade: Pontuação de corrida!

Finalmente após muito tempo de espera, Rubens Barrichello consegue voltar às vitórias, com uma brilhante exibição nesta tarde. O brasileiro aproveitou a recuperação da Brawn, e as falhas da McLaren para subir ao lugar mais alto do pódio pela primeira vez na Brawn, e igualmente 1ª fora da Ferrari, e também 1ª desde o GP da China de 2004…

Apesar dos resultados de Rubens, a performance de Button não foi tão espantosa, ficando para trás na largada, e ainda deve estar para descobrir como ganhou aqueles 2 pontos! No campeonato, agora já se tem de preocupar é com o companheiro qe ganhou bastante moral com esta vitória.

Muito provavelmente graças à Red Bull, que deverá ter KERS em Spa. Os austríacos não pontuaram, pois Webber fez um mau “pit stop” que o fez perder para Button e Kubica; Vettel estoirou o segundo motor do fim-de-semana, e já só tem 1 disponível para 6 corridas…

Creio que o alemão já não tem hipóteses de título este ano, e que a Red Bull se deveria concentrar em Webber, pois Sebastian vai ter de certeza uma penalização de 10 lugares à conta dos motores…

Péssima corrida no geral para a McLaren que viu uma dobradinha desperdiçada por má estratégia, que culminou com a falha dos mecênicos para colocarem a roda dianteira direita na 2ª paragem. No final Hamilton até fingiu que ia atropelar Barrichello enquanto este festejava, obrigando o brasileiro a desviar-se…

A Ferrari conseguiu facturar com mais um pódio para Raikkonen (onde o finlandês fez novamen te ar de “frete…), mas Badoer rodou na largada, pisou a linha das boxes e teve um “drive-through”, e mais tarde rodou outra vez! Mesmo assim falhei o meu prognóstico: pensava que ele levaria 2 voltas de avanço, mas afinal foi só 1… Ele diz que esta corrida foi mais para treinar, mas quem corre GP’s para treinar?!

Renault e Williams foram autênticos espelhos, enquanto Alonso e Rosberg aproveitaram ao máximo a corrida para pontuar, os seus companheiros não tiveram tanta sorte, com Grosjean a envolver-se nos incidentes da 1ª curva e Nakajima a ficar em último devido a um furo…

Após os desiares do início da época, a BMW e a Force India parecem estar a ir no caminho certo, com os indianos pertinho do Top Ten, e Kubica pontuou apenas pela 2ª vez este ano. Para a Toyota aquela pole de Trulli na Barhain deve parecer longínqua, outra vez fora dos pontos. Toro Rosso continua pelas ruas da amrgura, e agora já nem têm a companhia dos Force India…

Visuais novos

23 de Agosto de 2009 Deixe um comentário

Durante o fim-de-semana valenciano, houve sem dúvida bastantes surpresas na classificação, mas houve também duas mudanças de visual.

A primeira consistiu no capacete de Rubens Barrichello que correu com uma homenagem a Felipe Massa, com as cores que Felipe usa no capacete, e uma inscrição: “See you on track soon!”, ou seja, “Vejo-te na pista em breve!”.

Já a BMW que foi das poucas equipas a não aderir à moda das barbatanas de tubarão em 2008, juntamente com Williams e McLaren (no entanto, a equipa de Woking testou a peça…), aderiu neste GP à moda.

Este ano, não são tantas equipas a usar a carenagem, mas os resultados estão à vista e Mario Theissen afirma que a principal melhoria será na Singapura.

Telefónica Grand Prix of Europe – Qualificação

22 de Agosto de 2009 Deixe um comentário

E, parece que a McLaren voltou para ficar… Após o grandioso fim-de-semana húngaro, a equipa monopolizou a primeira fila do grid, com Hamilton a mostrar-se superior (apesar de várias saídas de pista) durante todas as sessões, dando-se ao luxo de fazer apenas 1 volta na Q1 e Q2! Algo bastante perigoso este ano, como Raikkonen e Massa podem confirmar após ficarem na Q1 em algumas qualificações…

Kovalainen podia ter chegado à pole, mas um erro na última curva roubou-lhe a possibilidade… Na partido, os MP4-24 deverão continuar na frente graças ao KERS! A outra equipa que deverá discutir a vitória, a Brawn, conseguiu colocar Barrichello (que correu com uma homenagem a Massa) e Button em 3º e 5º, respectivamente. Brilhante, tendo em conta terem mais combustível. Poderão ganhar, se ficarem próximos dos McLaren até aos reabastecimentos.

Red Bull vai tentar minimizar os estragos, pois, como já se esperava Vettel e Webber não parecem ter andamento para o pódio neste fim-de-semana. Sebastian poderá ter complicado as contas do campeonato por causa de ter menos um motor disponível com o seu grande estoiro da manhã… Badoer ficou a milhas do estreante Alguersuari, e muito mais de Hamilton (3s). A “prenda” de Badoer poderá dar-lhe menos fama na F1, e esta já não é grande… Raikkonen minimizou os estragos de um fim-de-semana fraco para a Scuderia. Os cavalos extra poderão ganhar-lhe 2 posições na largada.

A Williams e a Renault deram a entender que poderiam desafiar os grandes, mas ficaram-se pela intenção. Alonso deu a entender que ia leve para a pole, mas não o fez; Rosberg poderá subir lugares, pois apesar da posição mais baixa está mais cheio; Nakajima teve problemas técnicos que o deixaram na Q1; e Grosjean até nem fez mal para um estreante. Tendo em conta que Piquet ficava muitas vezes na Q1, até está excelente a performance do francês.

Apesar dos sinais indicados nos treinos livres, a Toyota esteve muito mal durante a qualificação. Os dois carros apenas foram mais rápidos que Badoer durante muito tempo (o que não é feito…) com Trulli a ficar logo na Q1, e Glock passou mas não foi além de 13º. A BMW adoptou uma nova carenagem, com a famosa “barbatana de tubarão”, quando tinha sido das poucas a não o fazer em 2008. As melhoras surtiram algum efeito, levando Kubica à Q3, e Heidfeld estava quase lá…

Toro Rosso cumpriu o ritmo habitual: Buemi a ir até onde o carro permite, e Alguersuari a não evidenciar grande talento… A Force India está a melhorar rapidamente, com Sutil a ter passado à Q2, e Fisichella quase a chegar lá! Mesmo assim, esperava-se mais da equipa depois do treino da manhã. Sutil merece um posto melhor para 2010, mas não vou ao exagero de dizer McLaren…