Início > Casos, Decisões, Fernando Alonso, FIA, Nelson Piquet Jr., Renault, Singapura > Renault suspensa… mas não para já!

Renault suspensa… mas não para já!

Tal como todos esperávamos as decisões do Conselho Mundial reverteram a favor da Renault tendo em conta as circunstâncias. Briatore e Symonds foram os “sacrifícios” resultantes desta polémica, mas até Ari Vatanen concorda: Piquet não deveria ter recebido imunidade…

Uma pena suspensa de 2 anos foi o resultado da “brincadeira” de Singapura, e tal como no caso da McLaren no início do ano, a sentença só será executada, caso até 2011 tome parte nalguma artimanha considerada igualmente grave. A dúvida é se Piquet conseguirá voltar a guiar um F1 na vida…

Actualização: Bob Bell toma o lugar de Flavio Briatore até ao final do ano.

Pena suspensa, mas como?

Talvez tenham percebido mal o título: considero que a pena que a FIA impôs à Renault foi perfeita, mas creio que ao contrário da McLaren que na sentença estava escrito que tornar-se-ia efectiva se quebrassem aquela secção específica do regulamento, os franceses têm um caso um pouco mais complicado nas mãos.

É que no veredicto, os representantes da Federação disseram que a pena seria “activada” caso a Renault se envolvesse nalguma polémica grande… Ou seja, os franceses não têm garantias sobre o que a FIA considerará de grande polémica, pois eles já perdoaram o caso dos extractores, mas puniram a McLaren por uma simples mentira!

Briatore afastado, Symonds… assim assim!

O principal “alvo” desta investida da FIA no “Renaultgate” foi o manager da Renault Flavio Briatore. O italiano (ao contrário de Stepney no “Stepneygate”) está expulso até uma data não fornecida, ou seja, foi o último capítulo de uma carreira em que jogou sujo vezes de mais…

O ex-dirigente da equipa de Enstone foi também proibido de ser o responsável pelas carreiras de pilotos, o que significa que Webber, Alonso, Grosjean e Piquet (ainda que este já não estivesse nas contas do italiano) estão no mercado em busca de quem lhes queira gerir as carreiras.

O outro afectado que nem precisou de comparecer perante o Conselho Mundial foi Symonds. O estrategista (ou melhor: ex-estrategista) da Renault está impedido de se juntar a qualquer competição organizada pela FIA durante 5 anos. Uma das hipóteses para se manter no activo é juntando-se à GP2 que não é organizada pela Federação…

Pilotos safos

Piquet e Alonso foram dois pilotos que saíram sem qualquer dano às investigações de Mosley. O brasileiro revelou tudo a troco da imunidade, mas realmente a obsessão do britânico em atingir Briatore levou “Mad” Max a ignorar o facto de o principal interveniente ter escapado…

Já no caso do bicampeão mundial Alonso foi tudo menos claro: apesar de se insistir que o espanhol não soube de nada, a verdade é que a estranha estratégia de 3 paragens levanta muitas suspeitas. De novo tal como no “Stepneygate” valeu Ecclestone querer preservar relativa paz no seio da Fórmula 1…

Leia também:
“Renaultgate” continua nos cartoons e no paddock
Agora é que está tudo tramado…
Análises de mercado – parte 1

Post anterior: Capa Autosport: Mercedes quer comprar a Brawn
Post seguinte: Capa Autosport: Renault F1 em risco!

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: