Capa Autosport – Armindo Campeão do Mundo!

Com algum atraso vem aí a “Capa Autosport” apreciem os principais pontos de destaque de um dos melhores semanários de F1.

Destaque: A grande vitória de Armindo Araújo no Campeonato do Mundo de Produção de Ralis tem a frente da edição, pois são as cores nacionais no título. No entanto ainda não se sabe se esta conquista é definitiva, porque Al-Attiyah apelou da penalização imposta na Grécia. Só a 6 de Outubro poderemos tirar conclusões…

Renault em apuros: Depois das supostas acções dos franceses em Singapura, a FIA continua a investigar a fundo e muito sangue ainda vai correr acerca do acidente de Nelson Piquet. Aliás, todos os episódios ligados a esta trama acabam no brasileiro, que deverá ter acabado com a sua carreira de piloto, pelo menos, na F1.

O Autosport lembra ainda que no passado todos os géneros de truques foram usados desde pneus especiais até gasolinas vitaminadas. Isto coloca em perigo a história do mundial para sempre!

Finalmente Fisichella: A edição de 3ª feira não foi a tempo de colocar Liuzzi como piloto da Force India para Monza, no entanto colocam-no como candidato, e que Petrov lutará com ele pelo segundo carro para 2010. Todos os pormenores sobre a ida de “Físico” para a Ferrari aqui.

Fala-se também que Kubica esteve perto de conseguir o lugar em Maranello, pois acredita-se que Peter Sauber, se conseguir salvar a equipa (o que é um grande “se”), usará motores Ferrari (tal como fazia na Sauber com os Petronas).

Outros: Para além das previsões para o próximo GP, o semanário tem também artigos sobre a possibilidade de investidores com ligações a Chandhock poder entrar na F1 através da BMW. A ida de Fernando Alonso a Oviedo, é alvo de uma pequena caixa com a assistência recorde e a mudança de nome de uma rua para o seu nome.

Na área “Pit Stop” vêm três destaques: o facto de Ross Brawn ter sido multado em 800€ e de não ter tido a sua carta apreendida por andar a 160km/h numa área em que o máximo permitido era 80km/h; o GP de Coreia do Sul avança, mesmo sem o apoio orçamental do governo; e ainda o facto de a USF1 se ter juntado à FOTA.

Álvaro Parente está por toda a parte com a vitória na segunda corrida no Estoril, pois era a sua primeira participação na Superlegue Formula, e o facto de o ter conseguido às custas de Bourdais anima muito. O francês acabou por conseguir ganhar a corrida dos prémios. Ainda a vitória de Rossi, que coloca o italiano mais perto do título.

Aproveito também para dizer que após o GP da Itália, o blogue não vai poder continuar a sr actualizado com tanta frequência como nestes dois meses, porque o “trabalho” está de regresso (quem vir o meu perfil perceberá porque estou a colocar os parênteses)…

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: