Análises de Mercado 2010 – parte 2

Após a primeira parte destas análises às situações das equipas para o mercado, vem aí a segunda (e última parte).

USF1

Na equipa oficial dos EUA a situação de participação e no mercado parece bastante seguro desde o anúncio de apoio do YouTube à equipa, e do facto de ser (das novas aquisições) a que parece estar melhor preparada. O provável patrocínio da Superfund, deverá ter entregue numa bandeja um lugar a Alexander Wurz, que tentará apagar a má imagem de 2007.

Apesar da vontade de ter um piloto americano na equipa, Peter Windsor não deverá contar com nenhum, pelo menos, já para 2010. Tanto Rossi como Summerton precisam de mais experiência antes de ingressarem em algo tão grande. Enquanto que a candidatura de Nakajima, apenas será considerada se a Toyota equipar os carros americanos.

Villeneuve tem nesta equipa, a sua maior probabilidade de regressar à modalidade máxima, pois apesar de não aceitarem pilotos pagantes, os homens da USF1 apreciam experiência…

Toyota

Na Toyota, tudo parece indicar que os japoneses apenas sofrerão um corte orçamental, e não abandonaram o desporto, mas o line-up lança muitas dúvidas… Apesar de não tão impressionante como Trulli nas últimas corridas, Timo Glock deve ser um nome garantido na equipa.

Jarno Trulli não deverá continuar como piloto Toyota, após cinco anos, e a verdade é que não tem mais alternativas, será o fim da linha do italiano? A opção de Kubica não passa de uma miragem, pois o polaco nem pareceu levar a sério a oferta… Kobayashi e Nakajima são, por isso, os principais pretendentes, mas parece ser o primeiro a levar vantagem como já referi há um tempo

Force India

Depois dos últimos resultados que os indianos conquistaram, duvido que o contracto com a Mercedes seja cancelado, pois aqueles pontos valerão milhões no final do ano para pagar aos alemães. Apesar de ter desperdiçado duas brilhantes oportunidades de brilhar no Nurburgring e em Shangai acredito que Sutil se manterá ao volante para o próximo ano.

Para o segundo carro existe muita concorrência, porque apesar de Liuzzi ter sido escolhido para este ano substituir Fisichella, o facto de Senna e Petrov cobiçarem o lugar não ajudará em nada o italiano… Apesar de nunca ter sido tão patriota como a Spyker, é melhor não descontar o compatriota da GP2, Chandhock da contenda!

Sauber / BMW / ?

Apesar de estar na fase de “eliminatórias da FIA”, creio que acabarão por ser mantidos. Kubica dificilmente ficará na equipa, pois pretende um volante competitivo, o que será complicado com uma equipa “nova”… A ideia de Peter Sauber é manter um dos pilotos, e como Heidfeld está sem mercado em 2010, poderá ser a “tábua de salvação” do alemão.

O que o suiço também disse, é que para completar o orçamento será necessário um piloto pagante, e isto coloca Senna e Petrov (mais uma vez) na pole position para ocupar o lugar…

Outros

As últimas 4 equipas que não referi, decidi nem perder tempo por as suas posições serem claras, ou então, demasiado confusas. A Brawn e a Red Bull vão manter os seus actuais pilotos, apesar de os austríacos terem sido os únicos a anunciá-lo oficialmente.

Manor (ou será Virgin?) e a Toro Rosso não deram quaisquer indícios sobre quem formará o line-up para 2010, e no caso dos britânicos, cheira-me que não o chegarão a fazer…

Anúncios
  1. Willian
    5 de Setembro de 2009 às 22:24

    Bela (e coerente) análise. Parabéns!
    E obrigado pela referência na barra lateral!
    Abraços!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: