Gran Premio Telefónica d’España 2009 – Qualificação

Após Jenson Button ter afirmado que os Brawn já não eram os melhores carros, fez a sua própria teoria cair, ao fazer o melhor tempo na sessão de qualificação final. Podia até nem a ter feito qualquer tempo, pois perdeu demasiado tempo na volta de aquecimento, começando a volta da pole quando faltavam dois segundos para o fim da Q3, mais tarde pediu desculpa à equipa. O seu companheiro (agora com o seu capacete normal de corrida) fez o terceiro tempo, mas chegou a estar em primeiro provisoriamente, sendo visível o esforço efectuado para superar o seu companheiro de equipa.
Sebastian Vettel esteve muito próximo de conseguir uma pole, que foi roubada nos instantes finais por Button, com a boxe da Red Bull a ter chegado a festejar. O alemão, cá para mim, vai ser o adversário de Button na luta pelo título… Webber chegou a fazer o tempo mais rápido da Q2, mas chegou apenas em 5º, mas com bons sinais de que a Red Bull, além de um bom carro, tem uma boa dupla de pilotos. A Ferrari em Espanha fez dois regressos: o regresso de Michael Schumacher ao pitlane e o regresso aos bons resultados. Felipe Massa chegou a estar muito tempo com a pole provisória, e os dois carros fizeram uma dobradinha no 3º treino. Já Raikkonen teve um erro semelhante ao que o seu companheiro de equipa teve este ano, ficando logo na Q1, quem sabe onde teria ido se a equipa não tivesse posto a “pata na poça”…

Os Toyota chegaram a estar perante a ameaça de fazer uma performance decepcionante, mas conseguiram aguentar-se até à Q3, mas atrás de Brawn, Red Bull, e… Ferrari! Após as primeiras corridas a equipa nipónica está a começar a ir abaixo… Quem se foi abaixo, foi a Williams. Apesar da equipa de Grove ter feito o melhor tempo nos treinos livres e de ter colocado um dos seus carros na Q3, ficou-se com a sensação que continua a faltar algo à equipa britânica… A McLaren que tinha altas expectativas para esta corrida, acabou com nenhum dos seus carros na Q3: Hamilton ficou na Q2 em 14º, e Kovalainen só ficou na frente dos Force India.
Fernando Alonso ainda deu algum ânimo ao público, mas de nada valeu, pois o Renault ainda precisa de sérias melhorias. Ainda assim Alonso foi à Q3, e Piquet conseguiu “escapar-se” da Q1 mais graças a problemas alheios, do que à sua performance. A BMW também tem que melhorar, mas conseguiu (à semelhança da Renault) melhorar os seus tempos e finalmente tem um dos seus carros na Q3, ainda que em 10º! Bourdais e os dois Force India não conseguiram melhor do que permancer na Q1, com os carros indianos a simplesmente não conseguirem sair dos dois últimos lugares da grelha. Buemi chegou a ficar em 7º na Q1, mas um toque com o muro dos pneus na Q2, deu-lhe somente o 15º lugar.

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: