Arquivo

Archive for Janeiro, 2009

Ter luvas ou não ter,… eis a questão!

31 de Janeiro de 2009 Deixe um comentário

Parte fundamental das corridas de Fórmula 1, os comissários de pista do Mundial evidenciam preocupações com o sistema KERS dos monolugares para 2009.
O site GPUpdate.net tem sido contactado por diversos comissários de pista preocupados com a sua segurança devido à introdução do sistema de recuperação de energia cinética, em especial com os procedimentos ao manusear monolugares com falhas mecânicas ou após acidentes.
Os comissários referem que após acidentes ou despistes o sistema pode continuar activo, potenciando os riscos para a sua vida. A FIA tornou já obrigatório o uso de luvas de borracha para os comissários de pista, mas um dos elementos da equipa que estará no GP de Silverstoe deste ano, duvida que as luvas cheguem para todos.
“Somos cerca de 350 pessoas no GP de Silverstone e esperamos ter estas luvas ‘mágicas’ para todos? Pessoalmente, não acredito nisso. Talvez venhamos a ter um par de luvas por posto, o que significa que apenas precisamos de 26 pares o que é um problema quando existem 6 a 10 comissários por posto”, apontou esse comissário.
Os comissários temem, ainda, que o sistema KERS os impeça de efectuar o seu trabalho de forma eficiente para remover os monolugares acidentados da pista.

Espera-se que não aconteça aos comissários de Silverstone, o que aconteceu com este mecânico da BMW…
Categorias:Decisões, KERS

Pesos e medidas

31 de Janeiro de 2009 Deixe um comentário

Nico Rosberg juntou a sua voz ao coro de críticas contra o sistema KERS, não pela sua perigosidade ou pelos seus custos, mas pelas implicações que traz para os pilotos mais pesados.
O piloto alemão critica a actual regra de peso mínimo obrigatório, que é de 605kg com o piloto incluído, justificando que o peso do KERS irá colocar os concorrentes mais altos e mais pesados em desvantagem, uma vez que os 25 a 40kg do KERS dificultam a distribuição de peso do chassis. Para Rosberg, essa situação já o obrigou a fazer uma dieta.
“Já perdi peso e até no Natal eu estava a contar as calorias que ingeria. Penso que a regra do peso mínimo é injusta porque os pilotos maiores e mais pesados estão em desvantagem mesmo antes de começarem”, disse Rosberg à revista Speedweek, acrescentando que “isto deveria ser discutido na GPDA (Associação de Pilotos)”.
Em seu lugar, o jovem alemão advoga que deveria ser imposto um limite variável, baseado no peso de cada piloto, para que os mais pesados não fiquem em desvantagem.
Até agora, sabe-se que Nico Rosberg, Robert Kubica, Kimi Raikkonen e Fernando Alonso perderam algum peso para se adaptarem a esta nova realidade. No entanto, Kubica já está no seu limite de peso, encontrando-se abaixo dos 70kg para o seu 1.85m.

O que pensa de Portimão?

29 de Janeiro de 2009 Deixe um comentário
Nico Rosberg: “É um traçado fabuloso”
Nico Rosberg foi dos mais entusiastas, dizendo-nos que, “é um traçado fabuloso, cheio de desafios interessantes e com curvas bastante difíceis, pois tens de travar e iniciar a curva ainda antes de veres o ponto de corda. Na chuva até perdemos um pouco de tracção no alto das subidas e tive de tirar o pé algumas vezes, pois a traseira fica muito solta mesmo em aceleração. Pena que tenha chovido sempre, mas a pista é muito bonita e interessante.”
Jarno Trulli: “É um traçado único”

Jarno Trulli alinhou pelo mesmo diapasão ao afirmar que, “é um traçado único. Tem coisas que lembram Spa, outras que se assemelham a zonas de Suzuka, algumas coisas parecidas com Istambul, mas no seu todo é um traçado único, muito exigente, que não é fácil de aprender e que poderia perfeitamente servir para corrermos, pois tem pontos de ultrapassagem e induz ao erro a quem está sob pressão.”

Nelson Piquet Jr. “É uma pista fantástica”

Até Nelson Piquet, pouco dado a grandes expansões de sentimentos, estava verdadeiramente entusiasmado com a pista portuguesa, quando lhe pedimos uma opinião: “É uma pista fantástica! Fico frustrado por só ter andado à chuva, porque queria muito testar com piso seco e poder correr neste circuito espectacular. Gosto de pistas assim, com desníveis importantes, maiores até que os de Spa, com curvas cegas e zonas de muita pilotagem.”

Portugal is coming to town…

28 de Janeiro de 2009 Deixe um comentário

O regresso do G.P de Portugal ao calendário do Campeonato Mundial de Fórmula 1 poderá acontecer nos próximos anos, pois Bernie Ecclestone está bastante interessado em conhecer a pista dos arredores de Portimão e pretende defender-se da perda de corridas tradicionais na Europa com a realização de novas provas no Velho Continente.

Fontes muito próximas do patrão da FOM explicaram-nos, na semana passada, que Ecclestone duvida que os franceses consigam organizar um Grande Prémio novamente em 2011 (ler em separado), teme que o Nurburgring siga o mesmo caminho de Hockenheim, inviabilizando a realização do GP da Alemanha e tem dúvidas quanto ao projecto de Donington, o que poderá levar ao fim do GP da Grã-Bretanha já no final do ano que vem.
Numa altura em que se fala da realização dum Grande Prémio citadino em Roma, dum projecto bastante adiantado na Bulgária e de outros ainda em fase embrionária na Rússia e na Ucrânia, Portugal já tem uma pista capaz de receber a Fórmula 1 de forma mais do que condigna e, por isso, Ecclestone quer conhecer o circuito do Algarve para se inteirar “in loco” das suas condições.
Para que se realize um Grande Prémio em Portugal, no entanto, vai ser necessária vontade política e um investimento sério a nível estatal, pelo que a bola vai estar mesmo é do lado do Governo que, apesar da crise e das graves dificuldades económicas e financeiras, poderá dar uma boa notícia aos amantes da Fórmula 1 no nosso país.

SaveHondaF1.com,… please!

26 de Janeiro de 2009 Deixe um comentário

Os dias passam e até agora a Honda continua sem revelar quem irá gerir a sua ex-equipa na Fórmula 1 em 2009. Com o tempo a escassear, existem, no entanto, alguns adeptos da equipa que tentam candidatar-se a esse objectivo.

De acordo com o site RealHondaF1, alguns grupos de adeptos da ex-equipa demonstraram-se interessados na compra da formação britânica, algo que tem tanto de peculiar como de praticamente impossível.
Uma das mais conhecidas é a VKM Racing, que no seu site propõe que em troca de 20 euros qualquer pessoa possa comprar uma pequena parte da equipa. Fazendo contas por alto, esta operação necessitaria de seis milhões de pessoas por ano, para ter alguma possibilidade de investimento.
Outra, a SaveHondaF1, com localização na Virgínia, nos Estados Unidos, diz que este objectivo “é mais do que um desejo”, e segue mesmo alguns procedimentos legais para a compra.
Uma terceira, a MyF1Dream, apela também à união dos seus membros para tentarem negociar a compra dos bens e infra-estruturas da equipa de Brackley. De acordo com estes últimos, se 70 mil pessoas doassem 37 euros seria possível colocarem-se no papel de donos de uma equipa de Fórmula 1. Até agora, é o que vai mais adiantado: 8 957 membros. Ainda assim, e com cada vez menos tempo para comprar a equipa, não parece possível que consigam juntar o número desejado de pessoas.
Realmente, pelo andar da carruagem, só assim teremos 18 carros na Austrália…
Categorias:Aspirções, Figuras, Honda

Crise ao ataque…

24 de Janeiro de 2009 Deixe um comentário

A crise económica mundial ataca de novo? Desta feita são os rumores que colocam a Renault F1 na corda bamba, depois de Bernard Rey, presidente da equipa francesa de Fórmula 1 ter dito que a Renault assegurou o apoio à sua equipa somente para o ano de 2009, lançando de imediato questões relativamente ao futuro.
A isto se junta o facto dos responsáveis da equipa francesa terem, alegadamente, informado a FOTA (Associação das Equipas de F1), que as equipas que possuem motores Renault não poderiam contar com os mesmos para além de 2009, concluindo que isso poderá indiciar a retirada da F1 da Renault. Paralelamente, é público, estão prestes a ser despedidos da fábrica de Enstone perto de uma centena de funcionários.
Com tudo isto junto, o rumor cresceu, mas a verdade é que indecisão relativamente a 2010 é muito diferente de abandono certo. Os acordos, mesmo dentro das empresas, são estabelecidos para um determinado período, findo o qual é renegociado. Tendo em conta que não é líquido que a equipa continue, é natural o aviso para quem usa motores Renault que poderá não os ter no ano seguinte.

Categorias:Renault, Rumores

Buemi, the record man

22 de Janeiro de 2009 Deixe um comentário

Sebastien Buemi voltou a ser – pela terceira vez consecutiva – o mais rápido no dia de testes no AIA, sendo que desta feita obteve o seu melhor registo nos derradeiros instantes da sessão, um tempo que é novo recorde provisório do AIA, na versão da pista que está a ser utilizada nestes testes, onde percorrem a derradeira curva por fora, a exemplo do que sucede com as motos.
Após dois frustrantes dias de chuva, as equipas tiveram finalmente a pista seca, o que permitiu a utilização de pneus slicks. A Toro Rosso voltou a ser a única equipa a rodar com um monolugar de 2008 modificado, com o registo de Buemi a ficar cerca de dois segundos abaixo do segundo mais rápido, Nico Rosberg, que logicamente tem bastante menos apoio aerodinâmico que o Toro Rosso de Buemi.
O alemão da Williams completou 143 voltas, sendo o mais rápido nos monolugares de 2009, meio segundo melhor que Lewis Hamilton, que regressou às pistas depois da inesquecível corrida do Brasil.
Como referimos na peça do fim da manhã, o piloto inglês teve um percalço com o seu McLaren, que ficou imobilizado em pista. Inicialmente pensou-se num problema com o motor, mas afinal tudo se deveu unicamente a um sensor danificado. Hoje será a vez de Heikki Kovalainen estar presente em Portimão.
Timo Glock foi quarto, mesmo depois de ter visto o seu monolugar pegar fogo, como consequência de um tubo do óleo se ter solto. Fernando Alonso obteve o registo mais lento do dia, a cerca de quatro segundos de Buemi.

O AIA parece ter o “trono” dos testes, mas quanto tempo demorará para chegar ao calendário?

Categorias:Made in Portugal, Testes